Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Dom Nov 23 2014, 18:28

A cidade estava agitada ao redor do teatro de Belan recém-inaugurado e logo um grande ator estrangeiro se apresentaria ali, sua estadia na cidade era nada mais e nada menos que a própria mansão do prefeito, o homem chegou numa carruagem vermelha toda acolchoada com seda fina puxada por dois cavalos brancos, ele mexia descontraído em sua túnica cinza iluminada pelo Sol da tarde, olhando pela janela se via keidrans e homens trabalhando no jardim enorme e bem cuidado, com fontes esculpidas em mármore e árvores frutíferas abundantes.


     As portas altas de acácia e pinheiro se abriram, uma keidran com avental de empregada e um colar saiu acompanhada de um velho que se aproximava enquanto limpada sem monóculo com um pano branco, a casa rodeada de pinheiros altos perfumavam e refrescavam a propriedade de foram suave como o canto dos pássaros pelo jardim a fora, a carruagem circulou a grande fonte de granito e parou a frente da escadaria, ele abriu a porta e logo a tigresa abriu o compartimento na traseira do transporte com cuidado e junto a ela um lobo alto e cinza a ajudava, mas uma maleta negra ele não deixou que eles levassem.


- Essa aqui deixe que eu a levarei, obrigado – ele a tomou do lobo e subiu as escadas.


     O velho de roupas largas e brancas o estendeu a mão e os dois se cumprimentaram.


- Seja muito bem vindo senhor Gaios, o prefeito o aguarda, por aqui. – eles passaram pela sala principal, com vários quadros e cabeças de animais em troféus que decoravam as paredes brancas ao lado de várias janelas altas adornadas de eucalipto.


     Três sofás grandes e negros rodeavam uma grande lareira ardente que aos seus lados escadas grandes e circulares se projetavam por quase todo o cômodo, um tapete vermelho com desenhos brancos se estendiam por todo canto, e pelos grandes arcos de pedra nas laterais, mais cômodos enormes e iluminados pelo Sol, os dois subiram as escadas sem pressa enquanto os escravos levavam as bagagens. Lá em cima um corredor cortava a casa, lustres eram pendurados a cada porta de madeira vermelha e escura, pequenas mesas de marfim ostentavam fotos flores e vasos preciosos. Numa sala cheia de prateleiras inundadas de livros um homem jovem se sentava perto das janelas enormes numa cadeira alta de couro branco, e terminava de escrever numa carta e a colocava num envelope branco e o assinava, uma raposa jovem de vestes cinza mexia em suas algemas preocupado até pegar a carta e sair da sala de cabeça baixa e sem falar nada á ninguém.


- Seras fez coisa errada de novo senhor? – o velho perguntou preocupado enquanto trazia uma cadeira vermelha para que Gaios se sentasse.


- Eu estou cheio das tentativas dele de escapar, dai eu o vendi para um mercador. – ele tossiu algumas vezes como se quisesse reajustar o tom da voz. – Bem vindo Gaios! Me chamo Gabriel e...Aceita um pouco de chá? – ele o estendeu uma xicara de porcelana.


- Ah claro! – seu copo foi inundado até a metade e ele bebericou o chá verde de jasmim. – Muito bom. – ele tomou mais um pouco. – Mas aquilo... Já está organizado? – o prefeito sorriu e arrastou sobre sua mesa de Jatobá um pacote que seu convidado logo a analisou.


- Espero que esteja tudo em ordem Gaios. – ele abriu um pouco do pacote e olhou e acenou que sim. – Muito bom então...


- Mestre! Perdoe minha intromissão, dois caçadores voltaram e conseguiram matara entidade. – a tigresa se curvou a eles ofegante. – Maycon não retornou ainda mestre...


- Será que foram emboscados por aquele grupo de keidrans que chegaram de navio? Mande-os entrar. – ela saiu e o prefeito suspirou. – Eu mandei muitos homens para fora da ilha, só me restaram alguns templários e meus três caçadores, eu nem posso pensar em perdê-los.


     Antes que o convidado pudesse falar, dois homens altos com roupas justas, botas e manoplas de aço lhes davam um ar respeitoso e firme entraram com um saco pequeno em mãos, Gabriel espiou o que havia dentro e sorriu ao mesmo tempo em que quase vomitou, ele se apoiou na cadeira e gargalhou, abriu uma gaveta em sua mesa e dela tirou um envelope e entregou a eles sorrindo.



- Sabia que podia contar com vocês meus amigos, á este é Gaios, Gaios estes são Symom e Issac, dois dos meus melhores caçadores... Ah e uma pergunta, Maycon não está aqui por quê? Posso saber? – ele cruzou os braços.


- Ele nunca fala para onde vai, se brincar ele deve estar bebendo numa taberna por ai. – Symom olhava suas prateleiras lotadas de objetos estranhos e variados.


- Vou manda-los atrás de alguns piratas a Leste, eles estão num acampamento perto da Rocha Anã, seu líder é. – ele pega um papel. – Tales, me tragam ele vivo se possível, e quanto aos os outros, façam o que quiserem. – os dois homens saíram e acenaram para alguém que vinha pelo corredor. – me desculpe à pressa Gaios, tenho tanto trabalho a fazer, o Sr. Thompson o levará aos seus aposentos.


- Eu entendo Gabriel, eu entendo. - ele se levantou e despediu enquanto colocava o pacote dentro da maleta negra.


     Seguindo o velho o homem observava tudo com cautela esperando que algo acontecesse... Àquela mesma raposa vinha algemada e escoltada por dois homens templários, ele estava surrado e com sangue descendo pela cabeça até o focinho, os guardas passaram olhando Gaios nos olhos e pararam bruscamente o que fez o keidran quase cair de cara.


- Alto lá! – um deles gritou. – Eu te conheço de algum lugar. – o outro templário chutou as pernas da raposa a fazendo ficar de joelhos.


- Você é Gaios! Haha! Sabia que era você! Nos somos muito fãs de você, cara você é o maior! Pode nos dar autógrafos? – eles pareciam crianças eufóricas, e aquela cena divertiu a ele.


- Por que não... Só preciso de uma pena. – um deles puxou sua espada e a entregou a ele. – Certo, um entalhe. – ele começou a escrever suas iniciais de forma única no peitoral da armadura rúnica. – Estão na ilha há quanto tempo?


- Eu nasci aqui, já meu parceiro veio pra cá com o Capitão Pec faz dois ou três meses, sabe muito piratas, escravos – ele colocou a mão na cabeça do keidran que mostrava os dentes.


- Ah claro hehe... Notei muito comércio de escravos quando cheguei, eles são bons trabalhadores, pena que vivem pouco né. – ele terminou o entalhe em um e partiu ao outro mais sorridente ainda. – Vocês vão a Guerra?


- Não, o capitão ficou responsável por proteger essa ilha, pouco da guerra chegou até aqui. – ele terminou o segundo entalhe. – Muito obrigado Gaios! – eles o abraçaram e entraram na sala do prefeito com seu prisioneiro.


- Deve ser difícil não? – o mordomo falou sorridente. – Atenção demais...


     Eles andaram pelos corredores até entrarem num quarto grande, onde o mordomo o deixou sozinho, uma varanda ensolarada estava de frente ao jardim florido, as paredes claras enfeitadas com quadros se penduravam por toda parte, uma cama grande e vermelha ficava no centro, aos seus pés um tapete negro e felpudo se estendia até os cantos cheios de vasos com plantas e uma grande escrivaninha num canto com várias gavetas e papéis em branco chamou a atenção dele. Abaixo de um abajur cor de creme uma nota havia sido escrita e lá deixada, ele a pegou e leu-a com cuidado várias vezes, até que a colocou contra o Sol e sorriu, procurou pena e tinta pela escrivaninha e logo anotou algo atrás do papel e a colocou no bolso, ele deitou-se na cama cansado da viajem e mal percebeu quando caíra no sono. Já era quase noite quando alguém bateu a sua porta levemente...


{Três horas depois}


     As enormes cortinas vermelhas se abriram, e a peça começaria a qualquer momento, as luzes se apagaram e logo duas entidades com brilhos azuis apareceram, não havia luz nelas, mas uma terceira silhueta surgiu ao som de aplausos, Gaios usava um terno bonito e uma rosa branca no bolso, a plateia se acalmou e um som suave tocava ao fundo. Um dos seres iluminados se revelou algum tipo de ilusão em forma de mulher, alta e loira chorava num canto enquanto a outra entidade luminosa se mantinha na escuridão.


- Aonde vai?! Eu já lhe perdoei! – ela falou soluçando e limpando uma lágrima do rosto.


- O que fiz não pode ser perdoado, não posso aceitar seu perdão... Por isso caminharei reto sem olhar para onde, e irei onde o destino me levar. Se o destino quiser que eu volte, ele me fará voltar. Se ele quiser que eu morra, me matará.


     Gaios então começa a andar reto, de olhos fechados entregando seu futuro nas mãos sabias do destino. A segunda entidade se revela, era exatamente igual à Gaios, mas seu rosto era mais sério e espectral, tinha até mesmo sua voz que disse:


- Pare! Tenho contas a acertar!


- Do que está falando? – ele retrucou.


- Abra teus olhos e descubra por si mesmo...


     Gaios abre os olhos e se vê em frente a sua própria figura.


- Então o destino colocou minhas duas partes para um confronto, apenas uma sobrará, e essa serei... EU! – os dois falam em uni sonoridade.


     Uma adaga em frente aos dois surge flutuando sob o chão com a lamina para baixo, os dois correm para pegá-la. Ambos o fazem ao mesmo tempo, suas mãos que pegavam no punho da arma se atravessavam. Eles pegavam de forma diferente, sem largar a adaga os dois tentam acertar um ao outro com a mesma. Seus movimentos eram sincronizados e “concordavam” uns com os outros, a única coisa que impedia que um matasse o outro era a vontade de Gaios, ele não queria que nem uma de suas partes morresse, não ali, não agora...


- Eu não me matarei assim tão fácil, Vou ter que tentar algo mais...


- Eu sei que parte de mim deve morrer, mas não quero me matar. – o outro falou.


- Então por que estou lutando? – ele olhou para si mesmo.


- Por que assim quis o destino, e eu sei disso! – o outro se preparou para atacar novamente.


- Certo, então acho que chegou a hora de acabar com isso. – os dois ficaram em posição.


- Eu vou me matar! Boa escolha destino!


     Os dois Gaios então ficam cara a cara se enfrentando até sentir o resultado.


- Matei-me?! – um deles olhou para si mesmo.


- Não, eu me matei! – o outro largava a faca no chão e desaparecia.


     Finalmente uma das personalidades de Gaios estava morta. Mas qual?


{trinta minutos depois}


- Excelente show mestre! – um de seus assistentes falou enquanto tirava-lhe o terno. – Ah e uma mulher... Er... Silvara está te esperando na sua sala.


     Ele parou um pouco e sorriu agradecida, quando entrou na sala, uma mulher ruiva de olhos azuis usava um vestido vermelho com um corte que mostrava uma das pernas cruzada com a outra apareceu, ela sorria para ele de cima de sua mesa negra.


- Olá Sammy, faz muito tempo não? – ela ficou de pé e foi até ele.


- Para de me chamar assim! Faz tempo que não atendo por esse nome... Lucy! – eles riam um para o outro e se abraçaram.


- Faz um bom tempo que não nos vemos meu amigo, você se lembra do ‘’acordo’’? – ela colocou a mão em seu queixo. – Ele voltou para te assombrar. – ela foi até sua bolsa em cima de uma mesa com flores brancas e rosas.


- Algum tempo eu mandei vários amigos atrás de algumas coisas e não voltaram, dai eu pensei, eu tenho um amiguinho que me deve favores. – ela se sentou numa cadeira branca e cruzou as pernas.


- Certo, só que vai restar apenas mais duas dívidas então. – ela sorriu feliz e entregou a ele fichas de locais e alvos.


- Só não me decepcione... Você nunca me decepcionou mesmo. – ela abriu a janela atrás dela e olhou o luar. – Até breve. – seu corpo desapareceu no ar e o silêncio reinou.


     Rapidamente ele desceu as escadas e deixou um bilhete na mesa, sem falar com ninguém alugou uma carruagem e saiu pela estrada a fora.


Última edição por Tulyan em Dom Nov 23 2014, 22:51, editado 1 vez(es)

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Gamesmenezes em Dom Nov 23 2014, 19:38

Nossa, surpreendente, espero por mais, agora estou curioso quanto aos outros.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2030
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Dom Nov 23 2014, 19:46

O proximo vai ter muita açao, esse e menos tenso q o proximo... mas emfim vlw hihihi

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por OtakuCraft em Dom Nov 23 2014, 20:14

Até tu faz Grupo B?! kkkkk XD
Enfim, até achei legal a atuação dele.
Espero por mais. ^^

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3459
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Giovana TK em Dom Nov 23 2014, 21:22

Cara... não manjei nada XD o que foi que eu perdi?

__________________________
Enaria's Theme- by me:
Run,
Run away,
Because the rain wont last,
Never looking back,
The past is in the past.


Dont shout out,
When nobody will hear or see,
Howl your last song to the moon,
And your spirit will fly wild and free,


You shall never cry,
For the Sun going down,
The stars do also shine,
So rest and dream for now,
I will be guarding you,
Tomorrow's Silver Dawn.


DeviantArt: http://gi-wolf.deviantart.com

avatar
Giovana TK

Mensagens : 4279
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 18
Localização : No meu amado navio, o Kraken's Death.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Dom Nov 23 2014, 21:28

Esse cap n tem nada a ver (ainda) com a historia original... mas n se preoculpe mais rapido q pense outro cap vai chegar, e nele açao n faltara...

Esse cap foi mais apresentando o GM, o proximo ja esta em rascunho, eu to muito animadom essa fic, meus pensamentos estao a 1000

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Giovana TK em Seg Nov 24 2014, 08:09

O GM é o Gaios? 0-0

__________________________
Enaria's Theme- by me:
Run,
Run away,
Because the rain wont last,
Never looking back,
The past is in the past.


Dont shout out,
When nobody will hear or see,
Howl your last song to the moon,
And your spirit will fly wild and free,


You shall never cry,
For the Sun going down,
The stars do also shine,
So rest and dream for now,
I will be guarding you,
Tomorrow's Silver Dawn.


DeviantArt: http://gi-wolf.deviantart.com

avatar
Giovana TK

Mensagens : 4279
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 18
Localização : No meu amado navio, o Kraken's Death.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Gamesmenezes em Seg Nov 24 2014, 08:11

sim, sou eu.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2030
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por RaphaThunderWolf em Seg Nov 24 2014, 11:43

ei só uma pergunta o consiste essa fúria ancestral? eu n sei o q é rapaz me explica ai pq eu vi q começou antes msm de eu me escrever nesse fórum to meio perdido haha

__________________________
Se o que queiras não tens, esperes que um dia terás. xD
avatar
RaphaThunderWolf

Mensagens : 234
Data de inscrição : 20/11/2014
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro, RJ

Ver perfil do usuário http://housepetscomicbr.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Giovana TK em Seg Nov 24 2014, 12:58

Começou beeeem antes sim. É uma fic que o Tulyan ta escrevendo que tem como protagosnistas, bem.... NÓIS! XD

__________________________
Enaria's Theme- by me:
Run,
Run away,
Because the rain wont last,
Never looking back,
The past is in the past.


Dont shout out,
When nobody will hear or see,
Howl your last song to the moon,
And your spirit will fly wild and free,


You shall never cry,
For the Sun going down,
The stars do also shine,
So rest and dream for now,
I will be guarding you,
Tomorrow's Silver Dawn.


DeviantArt: http://gi-wolf.deviantart.com

avatar
Giovana TK

Mensagens : 4279
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 18
Localização : No meu amado navio, o Kraken's Death.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por RaphaThunderWolf em Seg Nov 24 2014, 12:59

U.u sera q eu entro nessa tbm? kkkk

__________________________
Se o que queiras não tens, esperes que um dia terás. xD
avatar
RaphaThunderWolf

Mensagens : 234
Data de inscrição : 20/11/2014
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro, RJ

Ver perfil do usuário http://housepetscomicbr.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Seg Nov 24 2014, 13:23

Na verdade tem outros 6 cap ^..^, é só um em fans-fics e procurar os outros cap. 

Tem como sim Rapha, só me manda uma ficha sua [ vai ter uma lá embaixo, dai q copia as perguntas e as responde ok ]

Ahhahahaha ta  q eu vo dar spoiler sobre a historia... vai nessa U..Ú, nenhuma carinha fofa de keidran me fará revelar Ù..U

Ficha:
 Nome:

Idade:

Sexo:

Raça:

Cidade natal:

Cidade atual:

Emprego:

Valor de recompensa (opcional)

Animal de estimação (opcional):

Armadura favorita:

Arma favorita:

Nível de habilidade com magia de 0 a 10 (sejam muito honestos):

Hobbies:

Humor:

Estado civil:

Tem alguma moradia:

É procurado:

Relação com humanos (opcional):

Ralação com keidrans (opcional):

Relação com basitins (opcional):

Relação com algum ser mágico (opcional):

(caso seja não-humano)

Cor do pêlo, focinho, e diversos: 

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por OtakuCraft em Seg Nov 24 2014, 16:32

Aé?
Spoiler:
Tulyan, me conte sobre a história?

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3459
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Seg Nov 24 2014, 16:42

 muitíssimo tentador mas NO...

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por OtakuCraft em Seg Nov 24 2014, 17:42

Aff, ok então...
Spoiler:
Tulyan, me conte sobre a história?

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3459
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Tulyan em Seg Nov 24 2014, 17:46

( contém o vomito colorido ) Aiinnn.... meu coração... Ahhhhh!!!! ( pega um 38 e atira na cabeça ) Há!... anhé n da certo ( tira a projétil de cima dos meus cabelos )

Ahhhhh!!! q muito linda mas.... NO!

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por RaphaThunderWolf em Seg Nov 24 2014, 19:02

eta filho mais que ficha heim kkkkkk gigantezinha vo ver se eu preencho ela ai eu te mando xD

__________________________
Se o que queiras não tens, esperes que um dia terás. xD
avatar
RaphaThunderWolf

Mensagens : 234
Data de inscrição : 20/11/2014
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro, RJ

Ver perfil do usuário http://housepetscomicbr.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Atryan em Seg Nov 24 2014, 22:20

WoooW esse cap ta um pouco bugado kk, mas eu quero fight, quero sangue, morte e dor Mwahahahahahaha...

Mas mesmo assim adorei a riqueza de detalhes e a atuação do GM kkk 10

__________________________
SANGUE!
Cheiro, quero, dor... PRECISO!
Caos! PERTO!
Eu cavalgo. ATROPELO!
Matar! MAIS!

Batalha, conforto.
Lutar, onde?
Fraqueza, nunca.
Amor, por mim, Guerra.

https://youtu.be/FTN87eD3Skc
avatar
Atryan

Mensagens : 380
Data de inscrição : 06/07/2014
Localização : Em sua alma...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fúria Ancestral - Capitulo - 7 - Um novo aliado, ou um novo inimigo.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum