[+14] - A Distorção - Capítulo 05 - O Tratamento, 2/2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[+14] - A Distorção - Capítulo 05 - O Tratamento, 2/2

Mensagem por Gamesmenezes em Qua Dez 31 2014, 22:19

Fala galera, hoje trago mais um capítulo de A Distorção. 

Mas antes um pequeno aviso: Dos dias 2 a 19 de Janeiro estarei sem acesso a Internet e por isso não havera update da pixelart nem outras postagens minhas dentro deste período.
Para os que assistem meus vídeos no YouTube fiquem avisados, eu ja me adiantes e gravei e programei os vídeos para serem publicados nos dias e horários que normalmente saem.

Então aqui está o capítulo:
05 - O Tratamento, parte 2:
As mãos retornam os buracos que em fim se fecham. Roger ouve passos vindo de trás, ele se vira e eis a surpresa. O lobo se espanta, ao o ver e ainda mais com pedaço de sua camiseta na mão. Era Stephan quem o olhava confuso.
 
-(Stephan): Roger...?
 
Tudo some e se escurece. Novamente Roger estava lá, naquela imensidão cinza.
 
-(???): O desejo ainda é tão grande? A ponto de se apressar e arriscar e expor seu segredo? Ou você lá no funda quer mesmo ser descoberta?
 
-(Roger): É claro que não quero!
 
-(???): Você escolheu o caminho mias curto, mas assim sua saúde e consecutivamente seu segredo em risco.
 
-(Roger): Eu sei bem o que fiz! E sei que não há mais volta, então assumirei os riscos.
 
-(???): Então prepare-se, pois é quase certo que aquele basitin descobrirá, ele certamente te tratará como a mulher que você é e você terá que aceitar isso. Aliás ele parece ser uma ótima companhia.
 
-(Roger): Aquele baistin? Acho que ele não ia querer nada a mais comigo caso descubra. E por acaso você vai parar de me encher o saco se eu “aceitar se mulher”?
 
-(???): Eu sumirei, pois eu sou o conflito que há em você.
 
-(Roger): Então se prepare para ficar um bom tempo, por que eu não vou aceitar ficar assim! E você vai sumir quando eu conseguir voltar ao normal.
 
-(???): Veremos. A primavera está chegando e você sabe o que isso significa, não é?
 
-(Roger): Oh, merda...
 
Roger acorda, é dia, o vento sopra forte do lado de fora. Após tomar um café ele olha janela a fora e vê as arvores balançando, as nuvens escuras cobrindo o céu e Stephan chegando ao portão olhando para o céu aparentemente reclamando do clima. É quando o médico bate palmas para chamar Roger. E lá vai ele com pressa abrir o portão
 
-(Roger): Bom dia.
 
Diz ele abrindo o portão.
 
-(Stephan): Bom dia. Tem um lugar que não pegue tanto vento pra amarrar o coitado do cavalo?
 
Disse Stephan entrando no terreno puxando consigo sua montaria alugada.
 
-(Roger): Claro, la atrás da casa, tem um pátio coberto com uma parede erguida, pode o deixar la.
 
Stepahn ia andando até o local para amarrar o cavalo, Roger o acompanhava. O médico disse:
 
-(Stephan): Hoje não faremos exercícios, não com o tempo assim. Por que não vai para dentro?
 
-(Roger): Bem eu-
 
Repentinamente Roger é acometido por uma parada cardíaco caindo no chão de bruços. O basitin rapidamente solta o cavalo, se abaixa, vira Roger da barrica para cima e começa a pressionar o tórax de Roger repetidas vezes dando intervalo para verificar se o lobo tinha voltado a respirar.
 
Quando Roger acordou, sentiu sua cara molhada e leves tapinhas no rosto. Quando viu, era Stephan, que havia molhado as mãos com água e dado leves tapinhas para acordá-lo.
 
-(Roger): Ah, o que aconteceu?
 
-(Stephan): Você teve uma parada cardíaca, se não fosse por eu estar aqui você muito provavelmente estaria morto.
 
-(Roger): Menos mal que você está aqui.
 
Diz Roger se levantando.
 
-(Stephan): falando em te salvar, você deve ter tido sorte de ter visita no dia em que teve a primeira parada. Digo, você mora aqui sozinho isolado no mato.
 
-(Roger): Visita? Eu não tive visita nem uma quando tive a parada cardíaca.
 
-(Stephan): Então você tem muito mais sorte do que imagina, não é todo o mundo que sobrevive sem ajuda a uma coisa dessas. Quem me dera ter uma sorte assim.
 
-(Roger): Bem, vamos entrar, não quero ter a necessidade dessa sorte de novo e ficar no vento não vai ajudar nisso.
 
-(Stephan): Certo, vai entrando, vou amarrar o cavalo.
 
-(Roger): Não precisa disso, ele não vai a lugar algum com o terreno cercado por grades e o portão trancado.
 
Os dois entraram na casa e ficaram na cozinha. Stephan pôs sua bolsa sobre a mesa, dela tirou uma maleta de madeira e a abriu. Nele havia vários frascos e tubos.
 
-(Stephan): Certo, sentiu algo antes da parada? Alem da dor no peito?
 
-(Roger): Não, nada alem disso.
 
Stephan então abre um dos frascos, pega duas pílulas e as dá para Roger.
 
-(Stephan): Aqui tome isso.
 
-(Roger): O que é isso? Por que tenho que tomar?
 
-(Stepahn): Você tomou tanto daquela planta que sua produção de testosterona aumentou demais e não vai voltar ao normal sem ser feito nada. E é isso que está te fazendo ter ter essas paradas cardíacas.
 
-(Roger): Certo, mas o que são essas pílulas?
 
-(Stephan): Você não vai gostar de saber, mas tem o direito.
 
-(Roger): Fala logo!
 
-(Stephan): Certo, são bloqueadores de testosterona, vão diminuir sua produção de hormonal. Justamente o contrario do que tribulus terrestris fez. O estimulo ao crescimento muscular vai ser diminuído, mas a chance de ter mais paradas cardíacas tambem.
 
Roger respira fundo, fechando os olhos e solta o ar calmamente abrindo novamente os olhos.
 
-(Roger): Você tinha razão, eu não gostei do que ouvi, mas se é pela minha saúde que seja.
 
Ele pegou um copo d’água, pôs as pílulas na boca e as engoliu junto de um gole de água.
 
-(Stephan): Os efeitos não são imediatos e ainda temos trabalho a fazer. Terei que monitorar seus exercícios físicos e você terá que mudar sua dieta para algo mais leve. E tomar mais um remédio.
 
Ele pega mais um frasco e dele duas pílulas. As entrega para Roger.
 
-(Stephan): Aqui, beta-bloqueadores, vão diminuir as chances de ter mais paradas cardíacas.
 
-(Roger): Espera, é mesmo seguro tomar dois medicamentos diferentes assim, um seguido do outro?
 
-(Stephan): Depende do caso, mas nesse é seguro sim.
 
Roger toma os beta-bloqueadores e pergunta.
 
-(Roger): (Suspiro) Certo, e quanto à dieta?
 
-(Stephan): Bem, sendo carnívoro seu cardápio vai ficar bem reduzido dentro da “zona segura”. Carne agora só de frango e peixe. Quanto à bebida pode tomar bebidas alcoólicas com moderação e te recomendo tomar um pouco de leite de vez em quando.
 
-(Roger): Certo, acho que não vai ser tão difícil.
 
-(???) Bloqueadores de testosterona, dieta leve. Isso vai facilitar em muito meu trabalho.
 
-(Stephan): Bem, acho que com esse tempo não vai dar pra praticar exercícios hoje, então se quiser posso ir embora mais sedo.
 
-(Roger) Não, fica.
 
A cauda de Stephan balança, o rosto dele cora, ele dá um pequeno sorriso tímido e pergunta:
 
-(Stephan): Você... Gosta da minha companhia?
 
-(Roger): Você não é desagradável, mas também não é por isso que quero que fique até o fim do horário.
 
As orelhas dele levantam, Stephan fica curioso e coloca a mão na bochecha direita perguntando:
 
-(Stephan): Então?
 
-(Roger): Quero que fique aqui, pois temo ter outra parada e não ter a mesma sorte da primeira vez.
 
As orelhas de Stephan abaixam, o rabo para de balançar e o rosto perde o avermelhado de vergonha.
 
-(Stephan): Ah claro, eu fico, você esta pagando.
 
Fim de Capítulo.


Última edição por Gamesmenezes em Seg Dez 07 2015, 16:16, editado 2 vez(es)
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2030
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+14] - A Distorção - Capítulo 05 - O Tratamento, 2/2

Mensagem por OtakuCraft em Qua Dez 31 2014, 23:03

Ele sabe. Teve a chance de saber. Não adianta. A treta começou. ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Oooou, ele é mesmo homossexual. :v

Bem, ainda aguardo por mais. ^^

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3459
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+14] - A Distorção - Capítulo 05 - O Tratamento, 2/2

Mensagem por Tulyan em Sex Jan 02 2015, 10:35



E esse clima q rolou ai ein? Estranho isso... To de olho nesse Basitin safadinhu...
 

Gostei muito da fic Gm, pena q ela n morreu, eu ia zoar ela tanto... q ele/ela teria um ataque cardiaco... pela 3° vez

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+14] - A Distorção - Capítulo 05 - O Tratamento, 2/2

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum