The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por TFFalcon3 em Seg Maio 04 2015, 01:27

The Last Flame Of Hope
 
Capitulo 2: Uma Chama Ascendente
 
Bem... parece que tem alguma Historia pequenina antes de... aquilo do cap anterior acontecer... o mundo acabar e etc... okay! Vamos pular algumas explicações! Eu sou Etrius... acho que já sabem isso né... eu sou um hibrido de Keidran Raposa com Humano mas eu prefiro ficar totalmente na minha forma raposa... eu poderia ficar em minha forma humana mas não gosto dela e... isso não importa agora! Eu estou contando a vocês minha historia desde quando eu era um bebê então... aja memoria XD! Eu estava falando de uma de minhas ultimas batalhas antes de virar uma ******** ;~; não posso dar spoiler =X mas agora vou voltar ao começo e... vocês já sabem
 
Okay okay okay! Chega de enrolação! Vamos logo para a historia!
 
Eu nem me lembro direito de meus pais... não sei nem quem eram eles... além do mais... quando eu tinha 1 mês de vida assassinos mataram eles... e eu fui jogado em um rio logo depois e... não faço a menor ideia de como sobrevivi... 2 anos depois eu fui encontrado em uma lagoa inconsciente por uma loba que tinha o pelo amarelo... ela me levou até uma casa no meio da floresta e cuidou de mim até que eu recuperasse minha consciência. Quando eu acordei apenas vi um keidran lobo um pouco mais velho que eu tbm amarelo me olhando curioso, ele estava deitado em outra cama que estava um pouco longe de mim... depois disso... aquela loba cuidou de mim como se eu fosse um filho para ela... ela era uma mãe para mim... mas depois de muito tempo... tenho certeza que eram 5 anos... eu estava completando meus 7 anos... alguns humanos com armaduras pesadas apareceram... ela havia me dito que humanos odiavam keidrans... pelo menos a maioria deles... e infelizmente... aqueles eram dos que odiavam... eles prenderam eu e o lobo que era filho dela... ela foi levada para outro lugar que... eu não fazia ideia do que era... eu e o meu “irmão” fomos levados até um tipo de fazenda com escravos e... é... nos iriamos se juntar aos escravos... iriamos... por que eu notei que nossa jaula estava meio... não... ela estava MUUUUITO enferrujada e estávamos alguns quilômetros do lugar... dai eu tive a brilhante ideia de planejar uma fuga com, além de meu irmão, os outros 2 lobos do norte que aparentemente tinha 8 e 6 anos... nossa conversa foi mais ou menos... assim:
 
– Ei... vocês dois... ooi... acordem seus lobos dorminhocos. – eu disse.
 
– Hm... o que você quer agora sua raposinha chata! – disse um deles com uma cara de “me deixe em paz”.
 
– Te ajudar a escapar seu idiota. – eu disse olhando para o lado.
 
– Há! E como pretende isso dentro de uma jaula? – perguntou o outro me encarando.
 
– Uma jaula... muito enferrujada né? – respondi passando minhas patas em baixo de duas grades que poderiam ser facilmente arrebentadas.
 
– Hm... mas... e depois? Como vamos fugir deles? Eles estão a cavalo? E nos nem conhecemos esse lugar. – questionou meu irmão.
 
– Vocês se lembram do rio por qual passamos logo após capturarem eu e meu irmão? – perguntei a todos.
 
– Sim – todos responderam ao mesmo tempo.
 
– Vocês escutam a cachoeira que esta logo após aquelas árvores? – perguntei para eles.
 
– Ca-Ca-Cachoeira? – disse um deles um pouco amedrontado.
 
– Ah! Nicolas para de ser medroso! É nossa chance de escapar – disse o que tinha 8 anos.
 
–Ma-Mas eu tenho medo de altura Kevin! – disse Nicolas ainda amedrontado.
 
– Eh... Eu também tenho um pouco de medo disso, mas pra fugir temos que arriscar tudo – digo tentando encorajar ele.
 
– O-okay... se vocês diz – disse Nicolas ainda um pouco amedrontado.
 
– Etrius? Só uma pergunta? – perguntou meu irmão me cutucando.
 
– O que Foster? – respondo olhando para ele.
 
– Mesmo as grades estando enferrujadas, nos não temos força suficiente para quebra-las. Então como vamos escapar? – pergunta Foster.
 
– Hora meu irmão. Eu já dei um jeito nisso ^^ – respondo mais tranquilo que um esquilo enquanto mostro meu passatempo em toda viagem.
 
– Serio que você ficou arranhando isso durante 7 dias? – perguntou Kevin surpreso.
 
– Sim ^^ agora vamos esperar alguma hora que eles não prestem atençã– sou interrompido por uma parada brusca do comboio que estava levando mais de 20 escravos.
 
Nesse momento haviam alguns Keidrans adultos que tinham escapados por causa da ferrugem e eles estavam lutando contra os humanos que matavam um por um facilmente por causa de suas armaduras pesadas e suas longas lanças e espadas afiadas.  Foi um massacre! Os humanos mostraram que não precisavam de tantos escravos. E que matariam que tentasse fugir, mas no momento que a batalha parecia ter acabado muitos Keidrans lobos com armaduras e arcos cercaram o comboio e começaram a disparar suas flechas matando alguns humanos e tornado isso nossa chance de escapar! Foi quando eu disse:
 
– AGORA! – Etrius diz empurrando as grades da jaula que transportava, além dele mesmo, os 3 lobos.
 
Depois de sairmos da jaula corremos desesperadamente na direção que escutávamos a cachoeira e ao chegarmos nela vimos que 6 humanos haviam nos seguido mas na hora que pulamos no rio e caímos cachoeira abaixo eles desistiram... eu acho... de pois disso todos acordamos sendo levados por uns 8 lobos marrons e 1 laranja que pareciam guerreiros que voltavam de uma batalha. Eu escutei algo que eles disseram sobre mim... tenho quase certeza que era algo como isso “era essa raposa que sua irmã procurava”! Eu fiquei um pouco pensativo “Irmã? Será que... ele é o irmão da Dannya?” eu estava curioso demais e perguntei um pouco tonto e cansado para o que estava me carregando “dan... Dannya...” ele me escutou e imediatamente disse:
 
– Ei Danyu? Ele acordou! – o lobo que me carregava chamou o lobo laranja.
 
– Serio? Que bom! – disse Danyu cutucando meu braço direito que estava dormente.
 
– Você... é irmão da... Dannya? – perguntei com minha cabeça doendo muito.
 
– Sim! E você é o “filho” adotivo dela? Etrius se não me engano? – ele disse como se me conhecesse tão bem quanto Dannya.
 
– Sim... os outros estão mais a frente... por que? – perguntei tentando apontar para frente.
 
– É que... eles pretendiam te matar por que você era uma raposa e parecia que você estava fugindo deles antes de desmaiarem por algum motivo... mas por muita sorte o Foster acordou eu disse que era seu irmão – ele da uma risadinha – eu perguntei a ele qual era o nome dele e na hora que ele disse Foster eu descobri que eram vocês! Minha irmã estava se lamentando por ter perdido vocês dois. Ela vai ficar muito feliz em saber que vocês estão bem!
 
– Espera! Dannya esta aqui??? – perguntei arregalando os olhos.
 
– Sim ela esta! A gente conseguiu salvar ela daqueles malditos humanos! Eu nunca vou perdoa-los pelo que fizeram com ela, mas agora esta tudo bem – disse Danyu me olhando com tranquilidade.
 
– Que bom que ela esta bem – digo alegre ao receber a noticia.
 
– Mas... me explica uma coisa... como vocês fugiram dos humanos que lhes capturaram e como vocês vieram parar aqui? – perguntou Danyu um pouco confuso.
 
– As grades da jaula que nos prenderam estavam muito enferrujadas... eu passei os 7 dias de viagem que tivemos arranhando as partes de baixo e de cima de duas delas... ai foi só empurrar e correr! – Respondi como se fizesse isso todo dia.
 
– Haha... que bando de humanos idiotas... eles nem viram vocês escapando? – ele pergunta novamente.
 
– Na verdade eles estavam tendo uns problemas com alguns outros adultos que escaparam... mataram todos... mas depois alguns lobos com arcos vieram pela frente e todos humanos foram para lá, ai nos empurramos as grades e saímos correndo para fugir! Uns 5 ou 6 deles nos perseguiram, mas de pois que pulamos no rio e caímos cachoeira abaixo eles des– sou interrompido por Danyu gritando.
 
– VOCÊS SE JOGARAM EM UMA CACHOEIRA?! – ele pergunta espantado.
 
– Eh... sim... – o respondo balançando a cabeça enquanto falo
 
– Você que teve a ideia genial né? – ele pergunta novamente.
 
– Sim... como você sabia? – pergunto curioso.
 
– Você é idêntico ao que a Dannya falava de você... esperto e maluco – diz ele rindo um pouco.
 
– Eh... Você pode me colocar no chão, por favor? Acho que já consigo andar sozinho – pergunto ao que estava me levando nas costas.
 
– Claro. Meu nome é Marcus. Sou um dos amigos desse idiota que esta falando com você – diz ele rindo muito no fim enquanto me solta.
 
– Ei! Eu não sou idiota! – diz Danyu enquanto da um soco de leve no ombro do Marcus.
 
– Obrigado Marcus... por me trazer até aqui! – digo enquanto começo a andar junto a eles.
 
– De nada garoto. Se precisar de ajuda com algo pode me chamar. Eu moro na casa do lado da do seu “tio” – diz ele enquanto entramos em uma pequena vila de lobos.
 
– Meu nome é Etrius. E obrigado por oferecer ajuda de novo – digo enquanto nos paramos na frente da casa de Danyu e nos despedimos.
 
– Até amanhã Etrius! Até amanhã Danyu! – diz Marcus enquanto entra em sua casa.
 
– Tchau Marcus! – digo acenando para ele e abrindo a porta da casa de Danyu que havia sido construída pelos lobos daquele lugar.
 
– Falou Marcus! – diz Danyu entrando na casa.
 

Depois que entramos Danyu me disse que a Dannya estava no primeiro quarto da esquerda subindo as escadas e eu fui lá correndo. Quando cheguei lá vi ela e seu filho se abraçando sentados na cama, ela estava chorando de alegria ao velo novamente e ele também. Eu fiquei envergonhado por ser somente um filho adotivo mas quando escutei ela perguntar sobre onde eu estava abri a porta e entrei com um grande sorriso na cara e lagrimas nos olhos ao ver a mãe que me salvou da morte ao me adotar como filho. Fui até ela e a abracei junto a meu irmão e ficamos abraçados por um bom tempo até que Danyu apareceu na porta e disse entrando no quarto que a janta estava pronta. Finalmente eu iria comer algo bom! Depois de 7 dias de carne podre numa jaula eu finalmente poderia comer alguma carne normal, mas quando chegamos na mesa alguém bateu na porta.

__________________________

Never Give Up:



Canção de meu personagem: (em andamento):





Atualização em andamento... 1... 2... 3... 1... 2... 3...
avatar
TFFalcon3

Mensagens : 4501
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 17
Localização : Na minha casa ¶=

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por Tulyan em Seg Maio 04 2015, 11:42

Hum... Muitos kill's pra mim... Adorei... Kara só precisa de uma coisa a fic, é os detalhes, são eles q fazem leitores como nós termos uma ideia muito legal de onde estão/ o que está acontecendo/ o que vai acontecer, dai só caracterize mais, que assim ler várias falas seguidas n se torna algo chato Very Happy

__________________________
O Imortal dá mais valor ao tempo do que o mortal, o mortal se preocupa com o tempo que passa até sua morte
e o Imortal, se preocupa com o tempo que passará,
Sendo Feliz...


Mas nada está ábdito de minhas garras... Nada...
avatar
Tulyan

Mensagens : 2253
Data de inscrição : 14/07/2014
Localização : Atrás de você...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por TFFalcon3 em Seg Maio 04 2015, 12:49

hm... okay ^^ vlw tulyan! vou tentar detalhar mais os locais onde a historia se passa!

__________________________

Never Give Up:



Canção de meu personagem: (em andamento):





Atualização em andamento... 1... 2... 3... 1... 2... 3...
avatar
TFFalcon3

Mensagens : 4501
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 17
Localização : Na minha casa ¶=

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por OtakuCraft em Seg Maio 04 2015, 13:19

É, claro que detalhes demais não são necessários, mas saber onde estão, como é o lugar já basta...
Só eu chorei um pouquinho?;-;Digo... esse Pidgey usou Sand Attack nos meus olhos. v.v

Mas quem será que bateu na porta? O entregador de pizza? '-'
Aguardo por pizza. ^^
Digo, mais. ^^'

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por J.O.H.N. em Seg Maio 04 2015, 16:18

Alguém batendo na porta, seria isso drama ou jogo de terror? xD

Agora a ação está começando, não demore para o próximo u.u

__________________________
Undercover:
''Ya gotta be ruthless, boy, then, it'll all be easy, I'm telling ya.''

~Said the man wearing sunglasses and a stilysh set of clothes, to the grey wolf in a long coat~

''Got it, got it.... Okay then, Greg, we'll arrive there, and get the attention, but.... What's next?''

~Asked the wolf to the man~

''Next? We don't count the next, it's the mysterious part, dude, that's why it's fun! Gottit?''

''Yeah, 'kay, let's get this over with.''

''Thaaaaaaaat's what I'm talking about, punk! Let's send a message to that ol' Creator man, to the WHOLE Counsil, let's get our revenge!''

~The wolf shrugged at the whole situation and followed the man, he knew he had a mission, and it wasn't the one Greg was planning~

-Chapter 53, Greg's Anger-


avatar
J.O.H.N.

Mensagens : 3073
Data de inscrição : 12/02/2014
Localização : Na cidade de Townsville.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Last Flame Of Hope - Capitulo 2: Uma Chama Ascendente

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum