The Last Flame Of Hope - Capitulo 3: Tornando-se um Guerreiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Last Flame Of Hope - Capitulo 3: Tornando-se um Guerreiro

Mensagem por TFFalcon3 em Dom Maio 31 2015, 18:37

The Last Flame Of Hope


 
Capitulo 3: Tornando-se um Guerreiro




 
 
Ao abrirmos a porta de madeira um lobo com o pelo verde escuro e vestimentas de guerreiro entrou olhando para os lados e procurando por alguém quando viu Danyu apontou o dedo para ele e disse em um tom um serio.
 
– Danyu! Tem um grupo de mais de 100 humanos vindo – disse o guerreiro que segurava um arco básico feito com madeira escura.
 
Nesse momento eu pensei “meu deus não pode ser! Esses humanos me amam! Só pode!”! Mas a expressão em minha face era de medo... os humanos são perigosos... até para eles mesmo... ainda mais para nós! Danyu tinha uma expressão de raiva, enquanto Dannya abraçava a mim e ao seu filho preocupada.
 
– Nós precisamos proteger a cidade! Não podemos deixar os humanos pegarem ela de volta! – o guerreiro olha para Danyu e depois para nós – você vem?
 
– Humanos de novo... já é a 5ª vez essa semana  – disse ele pegando enquanto pegava um grande baú onde havia uma roupa parecida com a do guerreiro e vestindo ela.
 
– Os humanos querem tomar a cidade de volta! Mas eles não vão con– a fala do guerreiro foi interrompida por uma flecha que acertara sua nuca.
 
Naquele momento todos se assustaram... o guerreiro que veio para avisar o possível ataque foi morto por uma flecha que atravessou sua nuca e parou com a ponta atravessando seu olho esquerdo.
 
– Subam as escadas e se tranquem em um dos quartos! – disse Danyu pegando sua espada de ferro – Eu vou protegê-los!
 
Após dizer isso ele saiu pela porta e a fechou rapidamente. Nos corremos para a escada e subimos ela rápido até chegar a um dos quartos e se trancamos lá. Aquele quarto me dava arrepios... era vazio... como se fosse... um tumulo... havia apenas uma cama e um grande armário vazio...  alguns gritos e barulhos que vinham de fora pareciam ecoarem no vazio do quarto... nos estávamos os três juntos. Eu notei que além de mim Dannya e meu irmão estavam apavorados com os barulhos quando repentinamente um barulho alto que parecia ser de dentro da casa ecoou... escutamos vários gritos de dor e a porta que estava trancada começou a se quebrar! Um humano com uma armadura pesada que cobria todo o seu corpo e um grande machado sujo com o sangue de sua ultima vitima em mãos ele havia se aproximado e Dannya se jogou na frente para nos proteger... ela... foi cortada ao meio como se fosse um graveto... muito sangue foi espirrado para todos os lados e eu fui correndo ignorando o homem de machado até Dannya com os olhos lacrimejando... eu coloquei minhas mãos sobre a cabeça dela enquanto ela ainda falava algo mas eu não consegui entender e nem queria entender o por que disso esta acontecendo... minha cabeça doía e minha visão se embaçava quando tudo começou a apodrecer ao meu redor... o teto tinha sumido e revelava um espaço vazio com  apenas escuridão e tudo ao redor continuava apodrecendo até se tornar o mesmo lugar, até mesmo o homem apodreceu virando um tipo de poeira que começou a girar ao meu redor eu entrando em meus olhos fazendo com que eles queimassem... eu fechei meus olhos mas isso não adiantava até que senti algo encostando no meu ombro... quando consegui abrir meus olhos lentamente estava no mesmo quarto do sonho porem havia mais duas camas e o armário estava com varias roupas. Eu estava na cama ao lado da cama de Dannya que estava com uma pata sobre meu ombro e com a outra começava a me acariciar e perguntou assim que viu que eu havia aberto meus olhos.
 
 
– O que ouve Etrius? Você estava tremendo um pouco... achei que estivesse com frio mas notei que você estava suando então decidi te acordar.
 
– D-Dannya!!! – eu a abracei com toda minha força naquele momento, com meus olhos lacrimejando e minha cauda  – E-Eu... a-achei que... eu... acho que... tive um pesadelo...
 
– Hm... então é apenas isso... pelo menos você esta bem e acordou não é? – ela diz olhando para mim e sorrindo.
 
– Eu... tinha visto... v-você... morrer... e eu não pude fazer nada... além de olhar – digo ainda com os olhos lacrimejando mas dessa vez de felicidade por ter sido apenas um pesadelo.
 
– Eu morta??? –  ela ri um pouco e logo olha para mim com um grande sorriso –  Jamais pense nisso! Você ainda vai ter que me aturar por muito tempo seu bobinho!
 
 

Nesse momento eu fiquei mais tranquilo por saber que tudo aquilo não havia acontecido e que eu ainda tinha alguma família... mesmo sendo adotiva... depois desse sonho... muita coisa mudou... eu queria me tornar um guerreiro para proteger a minha família... então pedi para Danyu me ensinar a lutar... depois tentei varias vezes ir na droga do lugar onde os garotos que gostariam de se tornar guerreiros iam... me recuso a citar o nome desse lugar de tantas malditas vezes que fui nele e me rejeitaram por ser... raposa... eu consegui apenas de pois que Danyu foi até o lugar comigo e depois de quase agredir o Lobo Azul que anotava os nomes que gostariam de participar ele anotou meu nome! Eu fiquei feliz de mais! Serio! Acho que nem se alguém ganhasse um bilhão de dólares hoje ia ficar tão feliz quanto eu naquele dia! Eu fiquei treinando o dia todo... se querem saber qual era meu treino eu vou lhes dizer! Eu sou muito rápido, mas eu não sou muito bom em esquivar e contra-atacar, realmente, eu não era nem um pouco bom fazendo isso... até que Danyu me ensinou alguns truques... ele foi como um professor e um pai para mim... as vezes quando ele não tinha tempo para me ensinar ele deixava uma carta dizendo para mim ir até nosso “campo improvisado de treinamento” e correr ao redor dele ou tentar fazer um combo diferente... eu trabalhei muito na minha velocidade... eu era muito rápido, e cada vez ficava  ainda mais rápido e quanto mais eu treinava mais eu ficava ansioso para o verdadeiro e rigoroso treinamento que eu e outros garotos mais velhos e novos faríamos na “Academia”. Dannya não gostava da ideia de mim se tornando guerreio e pra ajudar o Foster queria se tornar um guerreiro também... Ela tinha medo que nos morrêssemos em alguma batalha para protegê-la no futuro. Danyu não era contra a ideia de mim e Foster se tornarmos guerreiros, mas nos só tínhamos 2 meses para treinar. Depois desses meses... somente uma coisa poderia me impedir de se tornar um guerreiro... mas essa “coisa” na verdade me ajudou a ter vantagem por ter chegado até lá... essa “coisa”... me inspirou para continuar... e depois de 2 meses... é... lendas não nascem lendas meu amigo... e aqui vou eu!

__________________________

Never Give Up:



Canção de meu personagem: (em andamento):





Atualização em andamento... 1... 2... 3... 1... 2... 3...
avatar
TFFalcon3

Mensagens : 4501
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 17
Localização : Na minha casa ¶=

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum