O carvalho milenar - capítulo 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O carvalho milenar - capítulo 2

Mensagem por Daren em Dom Jun 28 2015, 10:58

Voltando, o Sr. Smith disse que eu tinha até segunda para escrever a redação, então eu fui procurar inspiração... traduzindo: chamei a Alice e o Luigi pra minha casa.
Minha mãe odeia o Luigi, porque ela não se deu muito bem com os pais dele (ele é adotado), e pra minha mãe aceitar uma amizade ela tem que conhecer e se dar bem com os pais de, ela faz isso até com as amigas dela. Por causa disso o Luigi sempre entra pela porta dos fundos enquanto meu pai a distrai com malabarismo, como eu disse anteriormente, não me julguem tenho pais estranhos, a sorte do Luigi é que ela foi para o salão hoje.

                                                                                                                                                    ~ 0 ~

Depois de uma hora é claro que algo tinha que quebrar o silêncio, e com silêncio quero dizer ninguém falando enquanto ouvíamos o toca disco (sim eu tenho um toca disco, daqueles de salão da década de 80, preciso continuar repetindo que meus pais são estranhos ou já entenderam o recado?), e a pessoa que quebrou o silêncio não poderia ser ninguém menos do que o Luigi.

- *Por que ainda estamos aqui mesmo?*
- “Porque Max ainda está escrevendo.”
- *Você tá dizendo isso, mas quer se atirar da janela e ir embora agora mesmo.*
- Olha quem fala, parece que você tá derretendo pra sair daqui pelo piso.
- *Se você falou quer dizer que já terminou.*
- Você me conhece bem. Você devia aprender com ele Alice.

Depois dessas palavras a Alice ficou com uma cara emburrada e parou de falar, tudo ficou muito quieto, até eu ter uma ideia.

- A lâmpada em cima da minha cabeça acendeu.
- “Você não pode simplesmente dizer que teve uma ideia.”
- E você não poderia continuar calada?
- *Para de dar sermão na Alice e conta qual foi essa ideia brilhante.*
- Vamos pra sorveteria do Tio Bill.
- “Essa ideia só poderia ser mais brilhante se você jogasse purpurina!”
- Então avante ao paraíso.

A sorveteria do Tio Bill é a melhor sorveteria da cidade, e pra dizer a verdade o nome da sorveteria é “Sorveteria do Bill”, chamamos ele de Tio Bill porque ele é tio da filha do irmão da mãe da Alice. (Ele odeia quando fazemos isso :v)

- Espera! Eu acho que ouvi um porco.
- *Não.*
- Sim. Parece que a minha mãe voltou, sinto muito Luigi, mas você vai ter que sair pela janela... de novo. A escada de corda tá dentro do baú. Vamos Alice.
- “É tão legal você sair daqui pela janela.”
- *Diga isso por você, eu quase cai do sótão da ultima vez.*

Só pra esclarecer, eu meu pai estabelecemos um sinal pra quando minha mãe voltasse pra casa e Luigi ainda estivesse aqui, e o meu quarto fica no sótão. Ah, quase ia me esquecendo, minha mãe às vezes fica muito tempo em casa então o meu pai e eu fomos arranjar uma saída alternativa pro Luigi, e achamos uma bela escada de corda no porão, e é por isso que eu tenho uma escada de corda... Fim. Minha família tem várias histórias estranhas. Uma delas é a que estou contando agora, mas essa ainda esta longe de acabar.


Balões:
* *= Luigi
“ “= Alice
avatar
Daren

Mensagens : 93
Data de inscrição : 20/08/2014
Idade : 16
Localização : Sul do território dos lobos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum