O carvalho milenar - capítulo 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O carvalho milenar - capítulo 4

Mensagem por Daren em Dom Jun 28 2015, 11:10

Então... era pra eu começar isso contando o que aconteceu naqueles dias, mas eu tinha que registrar isso: EU ZEREI MAJORAS MASK! A melhor parte de ter pais estranhos é que eles te dão coisas legais, tipo, meu bicho de estimação é uma harpia. Voltando a história original...

Quando nos encontramos na sorveteria no dia seguinte, o tio Bill notou nossas caras fechadas e pensativas, e tentou nos animar enquanto nos entregava os nossos sabores favoritos.

- ªSorte de vocês que hoje temos uma promoção, a cada três pedidos você ganha um brinde!ª

O tio Bill sabia como nos animar, ele sabe que somos bastante curiosos, e toda vez que a sorveteria dele tem uma promoção era pra ele nos entregar algum presente, pois ele não tem muitas oportunidades de nos ver.

- “* Que tipo de brinde? *”
- ªSabia que iam perguntar.ª – disse ele enquanto trazia uma caixa que para nos três, era um baú do tesouro (era a caixa que ele sempre colocava os nossos presentes), e dela ele tirou...
- “* Um espelho? *”
- ªVocês combinaram isso mais cedo ou o que? E não é qualquer espelho, é um espelho de prata.ª
- “Pra quem o senhor vai dar isso tio Bill?”- perguntou a Alice com uma cara de “me dá esse troço se não eu te enforco” (Ai! Eu mencionei que ela tá do meu lado?) corrigindo, perguntou a Alice com uma cara de esperança (Satisfeita? “Muito!” Que bom, voltando.)
- Pra quem mais eu daria senão a aniversariante?

Nesse momento a Alice ficou tão feliz quanto uma princesa em pastos com flores de ouro e pássaros de diversas cores com um majestoso canto (Essa foi frase mais melosa que eu já disse em toda a minha vida, e não se atreva a bater em mim de novo!).

- “Você lembrou!- dizendo isso ela pegou o espelho e deu um abraço nele.”
- *É difícil esquecer quando você fica falando o tempo todo “é meu aniversário,  é meu aniversário, é meu aniversário”.*
- Luigi, faça que nem eu, coloque tampões de ouvido quando for o aniversário dela.

Depois de terminarmos de comer fomos para o parque, mas precisamente a cabana, quando chegamos lá vimos alguma coisa perto do meu
primo, e quanto mais nos aproximávamos começávamos a sentir um cheiro forte de sangue, nos escondemos num canto porque notamos uma coisa, aquela criatura parecia  a que o Will disse que mordeu ele, quando a criatura avançou em nós eu tomei o meu bastão de beisebol que estava na mochila do Luigi e a acertei (Ele carrega as minhas coisas do clube. *Não por opção*). Como seu corpo estava imóvel decidimos nós aproximar e olha-la com mais atenção, ela tinha o mesmo tamanho que um esquilo, dentes afiados, olhos completamente negros, asas pareciam ter olhos, uma cauda fina com uma ponta losangular e um buraco onde deveria ficar o coração. Eu olhei pra cima e depois retornei o olhar para aquela fada e por um breve segundo vi ela se levantando e tentando pegar o espelho meu reflexo foi bater novamente com o bastão.
Will nos notou encarando a fada e em seguida viu o presente da Alice, ele ficou uma cara de pânico, a reação que ele teve ao ver o espelho era a mesma reação que uma pessoa normal teria ao ver um cadáver, o que nos fez gelar, ele sabia de algo.

- Will, você nos deve explicações.


Balões:
* *= Luigi
“ “= Alice
ª ª = Tio Bill


Uniformes da sorveteria do tio Bill:

avatar
Daren

Mensagens : 93
Data de inscrição : 20/08/2014
Idade : 16
Localização : Sul do território dos lobos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum