Tales of Syfir Cap 8

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tales of Syfir Cap 8

Mensagem por LoneStar12 em Ter Out 27 2015, 00:41

Mostrando as garras:

-Narradora- Arthur acorda preso por correntes que ficavam presas nas paredes de um quarto feito de tijolos, a unica coisa que tinha no quarto era uma tocha e uma porta de ferro, Arthur tenta falar algo mas ele não consegue, ele olha para baixo e percebe que esta esta só com suas calças, seu peito estava enfaixado ate seu pescoço

-Arthur-(Onde eu estou? O que aconteceu?Arrr vamos lá Arthur lembra, o que aconteceu, eu estava com o grupo, nos fomos atacados por cultistas e....E.....E, droga eu não lembro!! E por que eu não consigo falar?)

-Narradora- A porta se abre e Jayde aparece usando um manto roxo , Arthur ao ver Jayde da sorriso

-Jayde- Por que esse sorriso? Não se lembra né? Bem eu vou te de dar um resumo: Eu te usei o tempo todo para tentar te fazer ir para o lado do culto e sim eu sou uma cultista, depois de perceber que você não viria para o nosso lado eu tive que pensar em um plano melhor e mais doloroso para você

-Narradora- Arthur fica em choque, e tenta falar algo mas de novo não consegue

-Jayde- Não consegue falar? Que bom assim você não vai conseguir gritar. Levem ele

-Narradora- Pessoas encapuzadas entram no quarto, soltam Arthur e começão a leva-lo pelos corredores que pareciam ser de um castelo, Arthur por estar muito fraco mal conseguia se mover com ajuda, depois de alguns minutos andando eles entram em uma grande sala com um circulo magico e dois cultistas em volta dele, os cultistas que estavam levando Arthur , o jogam no meio de circulo, por estar muito fraco Arthur não consegue se levantar, os cultistas rodeiam o circulo e começam a falar algo,
Jayde pega um cristal de porte mediano que estava no canto da sala e o coloca na ponta do circulo, o circulo magico começa a brilhar roxo e Arthur começa a levitar, ele fica um pouco assustado com isso, A magia roxa começa a sair de Arthur e ir para o cristal, Arthur mesmo não conseguindo falar começa a gritar muito alto , depois de alguns segundos os cultistas acabam o "ritual" e Arthur cai no chão com os olhos brancos, ele ainda estava vivo, mas por muito pouco, os cultistas levam Arthur de volta para a sua "cela" e o prendem de novo lá, todos os cultistas saem sobrando somente Jayde na cela com Arthur

-Jayde- Agora com aquele poder o nosso plano vai ser bem mais fácil, obrigado pela ajuda, Arthur

-Narradora- Jayde da as costas para Arthur e sai da sala fechando a porta, Arthur estavam tão fraco que não consegui manter sua cabeça ereta

-Arthur-(Eu interpretei errado a premonição eu não ajudei a capturar o pessoal, eu ajudei no plano dos cultistas) 

No dia seguinte

-Narradora- Arthur acorda na cela com a porta aberta, com as correntes que estavam prendendo ele soltas e uma espada de cabo vermelho e bainha branca, Arthur levanta pega a espada e chega na porta, antes de sair ele olha o corredor que e não vê ninguém

-Arthur-( Isso ta....Muito estranho)

-Narradora- Arthur segue o corredor se apoiando na parede, Arthur chega em uma bifurcação, ele olha com cuidado para ver se tinha algum cultista e um cultista vinha da esquerda, Arthur fica encostado na parede da esquerda esperando o cultista chegar mais perto

-Arthur-( Vamos lá, só acertar a garganta e pronto)

-Narradora- Arthur tira a espada da bainha com muito cuidado para não fazer barulho, quando o cultista estava muito perto, Arthur pula nele e finca a espada na garganta do cultista, Arthur levanta, pega o manto do cultista o coloca e quando estava colocando a espada de volta na bainha ele vê o seu reflexo na lamina e percebe que a iris do seus olhos estavam brancas

-Arthur- (Mas o que?!?! Hmmmmmm, isso é um grande problema......Quero meus olhos VERDES DE VOLTA!!!!)

-Narradora- Uma brisa vem do lado esquerdo da bifurcação e Arthur vai nessa direção, ele chega em uma escada e a sobe, no final da escada Arthur chega em cima de um muro do que parecia uma fortaleza que ficava em uma montanha, a fortaleza parecia deserta, Arthur segue para o outro lado do muro a onde ficava uma torre

-Jayde- A onde pensa que ta indo?

-Narradora- Jayde cai na frente de Arthur, Arthur da um passo para trás e tira a espada e fica em posição de combate, Jayde tira duas adagas do seu manto e também se prepara para a luta

-Arthur-( Agora que percebi que é um Katana)

-Jayde- Parece que pegou uma espada, pelo menos, vai dar para se divertir nessa luta,mesmo eu não podendo te matar por ordens do chefe,

-Narradora- Jayde joga uma das adagas em Arthur que defende por pouco, Jayde aproveita a distração e ataca Arthur pelas costas, que cai de cara no chão

-Jayde- Assim não vai ter graça, vamos lá Arthur

-Narradora- Arthur levanta e agora fica se protegendo com a espada em sua mão direita e a bainha na sua mão esquerda, Jayde ataca Arthur, que usa a espada para se defender do ataque e usa a bainha para acerta-la na barriga, Arthur recua um pouco

-Jayde- Arrrrg essa....Doeu.....E bastante

-Arthur- ( Foi você quem pediu)

-Narradora- Jayde ataca Arthur de novo que usa a mesma técnica de novo, mas Jayde segura o braço esquerdo de Arthur e o acerta com um soco no cotovelo que quebra o braço de Arthur, Jayde da um chute na perna de Arthur que o derruba, Arthur grita muito com a dor

-Jayde- Não sei como você fugiu, mas de qualquer jeito não adiantou...

-Narradora- A torre mais do lado direito do muro explode criando uma cortina de fumaça, Arthur aproveita a distração e pula do muro, Arthur cai e começa a escorregar ladeira a baixo, chegando no final da ladeira , Arthur acaba virando o pé e começa a correr mancando em direção ao meio da floresta que Arthur estava

Fim da parte 1 do cap 8

O fim do que não começou?( O que? Como isso é possivel? Eu vó saber?):


-Narradora- Em Sky StrongHold, Quir chama o resto do grupo para encontrar ela na biblioteca, Nova, Drac e Warren entram na biblioteca e vão ate a mesa central onde Quir estava olhando para mapa na mesa

-Nova- O que precisa Quir?

-Quir- Ahh bem...Cade a Sarah e a Lily?

-Drac- A Lily esta treinando com as Valquírias e a Sarah ainda ta trancada no quarto

-Quir- Já esperava isso da Sarah, A melhor amiga dela desaparecida e o Arthur....

-Narradora- Quir abaixa a cabeça por alguns segundos e a ergue de volta

-Quir- Bem eu chamei vocês aqui para outro motivo: Aparentemente os três reinos estão planejando um "encontro" para planejar um tipo de tratado para que a Guerra não ocorra, parece que somente pessoas da elite das três raças vão poder estar lá, mas mesmo assim pode ter "problemas", então vocês vão se infiltrar no local e garantir que nada de ruim ocorra

-Nova- Onde vai ser o encontro? 

-Quir- Em uma mansão que fica na fronteira entre os três reinos, o "encontro" vai ocorrer a luz do dia e por somente os da elite podem ir vão possuir muitos guardas, então é melhor não entrar em combate, então é só vocês observarem da floresta que cerca a mansão e somente agirem se algo der errado

-Narradora- Quando Quir termina de falar Sarah entra na biblioteca com uma expressão seria e sem emoção, ela se aproxima da mesa onde Drac, Nova, Quir e Warren a olhavam como uma expressão de curiosidade

-Quir- Sarah? Não esperava que você fosse...

-Sarah- Eu só vou ajudar nessa missão e depois eu vou voltar para Valjeta, então só vamos logo

-Narradora- O grupo  fica surpreso pela mudança repentina na personalidade de Sarah, Quir explica o resto de plano, depois disso eles se preparam para partir, menos Lily que iram ficar para treinar mais, na runa de teletransporte Drac, Nova, Warren e Sarah usavam roupas totalmente verdes para se camuflarem na floresta Quir se aproxima e resita a frase para que eles sejam ele transportados para o local, depois do teletransporte Nova, Drac,Warren e Sarah estavam na floresta próxima a mansão, a mansão é era enorme com paredes de trés metros de altura cercando ela e um portão de barras de ferro de também de trés metros, havia alguns templários guardando o local 

Algumas horas depois

-Narradora- Já anoitecia quando começaram a chegar soldados Kettus, com armaduras vermelhas e alguns detalhes em amarelo, no meio dos soldados estava o pai da Sarah que estava montado em um cavalo, ele não usava capacete, 

-Sarah- Estranho...

-Nova- O que?

-Sarah- Esses soldados...Eles não são a guarda real e nem soldados normais 

-Drac- Novos tipos de soldados? [Nota do Lone: Não são supersoldados ]
 
-Sarah- Provavelmente, mas isso continua estranho

Mais algumas horas

-Narradora- Já era meia noite quando os soldados Lýkos começaram a chegar, eles usavam armaduras negras que eram quase impossíveis de se ver na noite, no meio dos soldados estava o rei que usava uma armadura também negra mas que somente tinha um corte azul no capacete 

-Warren- Isso vai ser bem calmo, o único problema deve ser os cultistas, isso se eles aparecerem 

-Drac- Eles não seriam loucos 

-Narradora- Os Reis entram na mansão junto com alguns guardas, o resto dos guardas ficam do lado de fora, havia no total 90 guardas, dentro da mansão os Reis entram em uma sala com uma mesa circular com três cadeiras em uma das cadeiras estava o Rei Humano, o Rei Kettu e o Rei Lýko
Se sentam e os três começão a conversar entre si 

-Voz- Cuidando dos Reis também?

-Narradora- Uma pessoa usando capuz e com faixas tampando grande parte da sua face deixando apenas seus olhos avista 

-Nova- Figheart? O que vocês esta fazendo aqui?

-FigHeart- Vim dar uma olhada para que nada de errado e vocês?

-Drac- O mesmo que você

-Figheart- Quem é a Kettu e o Lýko?

-Warren- Eu me chamo Warren

-Sarah- E eu me chamo Sarah 

-Figheart- Prazer em conhece-los 

Um dia depois 

-Narradora- Depois da missão o "grupo" voltou sem nenhum problema, Sarah foi para Valjeta como havia dito, enquanto isso Arthur andava perdido na floresta com o braço quebrado, ele cortou algumas da bandagens que estavam em volta da sua barriga e colocou no braço para deixa-lo imobilizado, Arthur senta e encosta em uma arvore para descansar e começa a passar bandagens em volta do seu pescoço e no braço para deixar ele suspenso 

-Arthur- (Que ótimo eu to perdido, com o braço quebrado e aparentemente sem meus poderes, a morte bem que podia me ajudar)

-Morte- Mestre? Consegue me ouvir?

-Arthur- (Podia cair um hambúrguer do céu...)

-Morte- Mestre, agora não é hora para piadas, me diga onde você esta

-Arthur- (Eu não tenho ideia de onde eu estou, Morte você não pode se teleportar para onde eu estou?)

-Morte- Não, quase não sinto sua alma, alem disso, pela primeira vez em anos eu sinto que o senhor pode mesmo morrer 

-Arthur- (Hmmm, morte, consegue se teleportar usando minha mana como referencia?)

-Morte- Sim

-Arthur- (Se prepara eu não vou conseguir manter por muito tempo ou mesmo fazer uma magia muito forte)

-Morte- Quando quiser 

-Narradora- Com muita dificuldade, Arthur levanta o braço em direção ao céu

-Arthur- -Voz fraca- Fle-fle-Flare...


-Narradora- Uma bolinha luminosa aparece na mão de Arthur, ela tinha o mesmo tamanho de uma mosca, Morte aparece na frente de Arthur e estica a mão para ajudar a levanta-lo, Arthur segura a mão dela e levanta


-Arthur- (Porque você esta me ajudando? Eu perdi os poderes do Rei demônio e tecnicamente eu não sou mais, mesmo eu nunca ter sido)


-Morte- Você teve os poderes roubados Mestre, nos ainda continuamos a servi-lo


-Arthur-(Nos?)


-Narradora- Morte aponta para atrás, Arthur se inclina um pouco para ver o quem era e vê um Dornin de cabelo verde e olhos vermelhos, ele usava um sobretudo vermelho

-Arthur- (Quem é?)

-Dornin- Sou o dragão, mas estou na forma Dornin

-Arthur- (Ahhhhh, ta)

-Dragão- Nos precisamos recuperar seus poderes o mais rápido o possível 

-Arthur- (Uma coisa que eu queria saber: oque os cultistas podem fazer com aquele poder se somente eu posso controla-lo?)

-Morte- Trazer Raiche de volta para essa dimensão

-Arthur- (Quem??)

-Dragão-  Raiche, a deusa banido, ela foi banida para o esquecimento depois de ter tentado matar todos os deuses, para isso ela criou uma arma tão poderosa que a mana em volta dessa arma se destorcia, os outros deuses tiveram grande dificuldade para somente manter ela ocupada ate um portal ser aberto e jogar ela no esquecimento

-Arthur- (wow...Ta, o que é o esquecimento? E tem outros deuses alem da Quir? E como você sabe disso tudo?)

-Dragão- O esquecimento seria o que tem entre as dimensões, nesse local não da para abrir num portal para nenhuma dimensão, mas portais para lá podem ser abertos, sim existem outros dois deuses tirando Raiche e eu sei disso porque...

-Morte- Porque nos lutamos nessa "guerra"

-Arthur- (Serio? Quantos anos vocês tem?!?!)

-Morte- Eu tenho Mil e duzentos anos e o Dragão tem seus mil e cem anos  [Nota do Lone: Sim, o nome do dragão vai continuar sendo Dragão ate eu arrumar um nome bom para ele]

-Arthur- -Cara do Arthur O_O- (Mil anos...Nossa nem parecem ser tão velhos, vocês parecem ter no máximo ums quarenta anos, a luta aconteceu a quanto tempo? ) 

-Dragão- Nos explicamos depois, agora nos precisamos recuperar os seus poderes

-Arthur- (Bem, a fortaleza que eu estava preso fica a algumas horas daqui, mas quando eu fugi percebi que ela estava vazia só tinha dois cultistas, eu duvido muito que o cristal que eles colocaram meus poderes esteja lá)

-Dragão- Isso é um problema, se não soubermos onde eles colocarão esse cristal...Se bem que você poderia somente remover a espada de novo

-Arthur- (Eu não quero fazer isso...Mas já que tem a chance de uma deusa que conseguia lutar com três deuses, voltar, eu acho que tirara aquela espada não vai ser um grande problema)

-Morte- Bem nos podemos chegar la em três dias ou mais se andarmos dia e noite

-Arthur-(Vocês não podem simplesmente se teleportar para lá?)

-Dragão- Não, tem uma barreira envolta que impede que qualquer coisa se teleporte para lá

-Arthur- (Que ótimo)

-fim da parte 2- 

Encontro nada amistoso:


Três dias depois

-Narradora- Hen e Crane estavam na floresta nos arredores de Hargon no mesmo local onde acharam os corpos do bandidos, em frente a estatua que estava intacta e com a espada fincada nela de novo

-Crane- Como nos não notamos antes, aqui é é o local onde selaram a espada

-Hen- Se é aqui cade o guardião?

-Crane- Verdade, era para ter um, sera que? Não seria possível, seria?

-Hen- É impossível, a espada ainda esta aqui, é melhor nos para Hargon nos temos coisas para fazer

-Crane- Verdade

-Narradora- Crane e Hen voltam para Hargon, eles vão para a prefeitura onde encontram um templário guardando a entrada da prefeitura

-Crane-  Hen eu vou ficar aqui fora

-Hen- Porque?

-Crane- Vou dar uma volta e procurar uma taverna, eu to com fome

-Hen- Ta bem, me encontra aqui

-Narradora- Crane anda pelas ruas da vila, ele acha uma taverna e come nela, se passam uma hora e ele esta voltando para a prefeitura, quando passa por um homem de cabelo verde usando um sobre tudo vermelho e uma pessoa usando um capuz preto ao seu lado

-Crane- Que estranho....Eu jurava que....A Hen vai me matar por isso

-Narradora- Crane começa a segui-los com muita cautela para não ser notado, conforme ia seguindo eles, ele acabe chegando ao local onde ficava a estatua

-Crane- ( O que eles vieram fazer aqui?)

-Narradora- A pessoa tira o capuz revelando ser Arthur, ele tira a espada da estatua que agora não se quebra e toda a mana roxa volta para ele  [Nota: como se alguém não soubesse quem era]

-Arthur- Finalmente posso falar de novo

-Crane- (Ele...Acabou de...Eu tenho que voltar agora)

-Narradora- Crane tenta sair do local com o máximo de cuidado para não fazer barulho mas acaba pisando em um galho caído no chão

-Arthur- Sempre é um galho

-Narradora- De repente Arthur esta atras de Crane que se assusta e cai no chão, Dragão tenta atacar Crane mas é impedido por Arthur

-Arthur- Calma

-Dragão- Senhor ele te viu, ele é perigoso

-Arthur- Como se os templários já não soubessem como eu sou, já que a Rosalline sabia onde e como eu era

-Crane- Espera, você conhece a Rosalline?

-Arthur- Sim, eu tecnicamente foi a causa da morte dela

-Narradora- Quando Arthur termina de falar Hen aparece e tenta atacar Arthur com uma espada que desvia facilmente, Dragão tenta ataca-la mas Arthur o impede de novo, Hen estava furiosa

-Arthur- Deixa essa comigo, cuida do outro, mas não o mate

-Dragão- Como quiser

-Narradora- Dragão se afasta de Arthur enquanto Hen continua a tentar ataca-lo
 
-Arthur- Posso saber porque esta tentando me matar

-Hen- VOCÊ SABE EXATAMENTE PORQUE!!!

-Arthur- Não, eu não sei já que eu nem te conheço

-Hen- Você matou a unica pessoa que eu tinha de família

-Arthur- Ohhhh, deixa eu adivinhar, é a Rosalline não é?

-Hen- É VOCÊ ACERTOU!!!

-Narradora- Arthur para de desviar dos ataques de Hen, o que faz com que ele sofra vários ataques, deixando-o com vários cortes profundo pelo corpo que logo se regeneram, Hen para de atacar, ela estava exausta do vários ataques que deu em Arthur

-Arthur- Me desculpa por isso

-Hen- O que? Como você ainda esta vivo?

-Arthur- Me desculpa por isso, provavelmente eu não diria isso por causa da influencia assassina do poder, cara agora que parei para pensar, eu devo ter matado um monte de pessoas com filhos, esposas, maridos, filhos...Que merda se não fosse a...De qualquer jeito eu tenho um local para ir então, boa noite

-Narradora- Arthur da um soco em Hen que a faz desmaiar, Dragão também acerta um soco em Crane oque o nocauteia

-Dragão- Oque nos vamos fazer como eles?

-Arthur- Deixa eles ai

-Dragão- Tem certeza senhor?

-Arthur- Tenho, eles não vão ser um problema ( assim eu espero)

-Narradora- Algumas horas depois Hen acorda em uma cama e Crane esta em uma cadeira ao lado

-Crane- Hen, que bom que acordou, já fazem horas que você esta desacordada

-Hen- Crane? Onde nos estamos?

-Crane- Nos estamos em uma clinica, outros templários nos acharam depois daqueles dois nos nocautearem

-Hen- Crane, ele foi quem...

-Crane- É eu sei, Hen ele disse que a Rosalline sabia quem ele era, por acaso você sabe quem é?

-Hen- Não, ela sempre me falava quando ia fazer algo

-Crane- Estranho, Hen eu vou dormir agora, estou bem cansado, boa noite

-Hen- Esta bem, boa noite

-Narradora- Crane se levanta da cadeira e sai do quarto

Dia seguinte

-Narradora- No dia seguinte, Crane esta em um dos corredores da clinica, quando ele esta na frente do quarto onde Hen estava ele vê que a porta esta levemente aberta, ele entra e não a vê

-Crane- Hen?

-Narradora- Crane sai do quarto e vê uma das enfermeiras e a chama

-Crane- Você sabe se a garota que ficava nesse quarto recebeu alta?  

-Enfermeira- Não, ela não devia ter recebido alta ainda

-Narradora- Crane sai correndo da clinica e começa a procurar por Hen pela cidade inteira, mas não a acha

-Crane- (Hen onde você foi?)

Fim da parte 3 do cap 8  

Arco 4: Batalha em valjeta!!
A coisa esta ficando feia:


Dois dias depois

-Narradora- Arthur, Morte e Dragão chega ao local da runa de teleporte para SkyStrongHold

-Arthur- Finalmente, eu nunca andei tanto

-Morte- O senhor não podia se teleportar para lá? Pelo oque me lembro o senhor já fez isso

-Arthur- -Facepalm- Eu sou muito burro

-Narradora- Eles ficam no meio da runa e Arthur começa a recitar a frase para que o teleporte seja feito

-Arthur- Runa man pasinaudoti man deivės buvimą, iš gryno manos puslapį

Um dia antes

-Narradora- Quir chaga Nova, Drac, Warren e Lily para a biblioteca

-Quir- Gente eu preciso que vocês vão Valjeta tem algo muito estranho acontecendo lá

-Drac- O que?

-Quir- Tem uma alta concentração de magia negra vindo de lá

-Warren- Magia negra? isso quer dizer que o culto esta por trás disso

Presente

-Narradora- Quando Arthur, Morte e Dragão[Nota: Eu tenho que arrumar um nome melhor pra ele] chegam Lydia estava passando perto da runa e ao ver eles se aproxima

-Lydia- Arthur? a Quir tinha dito que você tinha morrido, é bom ver que você esta vivo e quem são eles?

-Arthur- Lydia eu preciso falar com a Quir agora! Eu explico depois

-Lydia- Ela esta na biblioteca como sempre

-Narradora- Arthur correr e chega na biblioteca

-Arthur- QUIR!!!!

-Narradora- Quando Quir vê Arthur ela pula nele que cai no chão com Quir encima dele

-Quir- Arthur!!! achei que você morri...

-Arthur- AGORA NÂO!!!

-Narradora- Arthur levanta derrubando Quir, ele a levanta

-Arthur- Quir nos temos um problema muito GRANDE!!

-Quir- Então ta, oque aconteceu

-Arthur- Estão querendo trazer Raiche de volta

-Quir- Isso sim é um problema...Quem são esses ai?

-Arthur- Você ta me ouvindo?

-Quir- Eles não vão conseguir fazer isso é impossível, precisariam de uma quantidade absurda de magia...Ahh não

-Arthur- O que?

-Quir- A um dia a trás eu mandei Drac, a Nova, a Lily e o Warren para ver uma quantidade anormal de magia negra em Valjeta, mas mesmo assim precisariam de um hospedeiro, para a Raiche usar como corpo

-Arthur- Então ainda não da?

-Quir- Tem uma pequena chance
 
Enquanto isso

-Narradora- Enquanto isso em Valjeta, Nova, Drac, Warren e Lilly andavam pelas ruas da cidades separados procurando algo, Lily que estava na parte oeste da cidade segura o cristal no seu colar que começa a emitir um leve brilho

-Lily- Alguém achou algo?

-Drac- Nada na parte sul

-Nova- Nem na norte

-Warren- Nada na parte Leste

-Nova- Onde que essa magia pode estar vindo? A Quir não cometeria o mesmo erro

-Warren- Poderia estar no Palácio

-Lily- Onde ? Provavelmente tem centenas de guardas lá!

-Warren- Eles podem estar nos calabouços

-Nova- É verdade é melhor nos ir...

-Narradora- Antes de Nova terminar de falar uma casa que estava do seu lado explode, Nova acaba presa nos escombros e fica desacordada, varias casa na cidade também começam a explodir

-Drac- Nova? Você esta ai? NOVA!!!

-Warren- Oque esta acontecendo porque tem casas explodindo?

-Drac- Eu vou achar a Nova

-Lily- Gente...Lembram daquelas pessoas de capuz roxo, eles estão aqui e estão destruindo as casas!!!

-Drac- Droga!!! Lily entra em contado com a Quir, Warren você esta mais perto, me ajuda a achar a Nova!

-Lily e Warren- Pode deixar

-Lily- Quir? Quir!!!

Em Sky StrongHold

-Narradora- Enquando Arthur e Quir conversavam o colar de comunicação da quir que estava em cima da mesa central da biblioteca começa a brilhar e a voz da Lily começa a sair dele, Quir anda ate o calar e o pega ele

-Quir- O que Lily? Acharam algo?

-Lily- Não, pior a cidade esta sendo atacada por aqueles caras de capuz roxo!!!

-Arthur- Me empresta isso

-Narradora- Arthur pega o colar da Quir

-Arthur- Gente estão me ouvindo?

-Drac, Lily e Warren- ARTHUR??!?! VOCÊ TA VIVO?

-Arthur- Não aqui é o espirito dele falando, Porque estão tão surpresos? Parece ate que é a primeira vez que volto dos mortos

-Drac- Arthur nos precisamos da sua ajuda, Valjeta esta sendo atacada e a Nova não esta respondendo

-Arthur- Estou a caminho, Quir eu vou pegar isso emprestado

-Narradora- Arthur corre para porta, mas antes de abri-la Quir o para

-Arthur- Nossa! Você é rápida!

-Quir- Arthur, provavelmente todos os cultistas vão estar indo para o local onde vai ocorrer o ritual

-Arthur- Já sei procurar o lugar com maior concentração de cultistas e "interrogar" um deles

-Quir- Não é isso que eu quero dizer, Arthur se por acaso a Raiche vir para essa dimensão de novo, eu preciso que você a segure o máximo de tempo o possível

-Arthur- Tá bom, mas não vamos precisar de um plano b mesmo

-Quir- Boa sorte

-Narradora- Quir teleporta Arthur para uma das ruas de Valjeta onde estava cheia de cultistas, Arthur saca a sua Katana em na sua mão esquerda e a Claymore na direita, ele apoia a lamina da Claymore no ombro e aponta a Katana para um grupo de centenas de Cultistas

-Arthur- AII!!!! Que tal um 100 contra 1 ?!?!??!!?

Fim do cap 8


Última edição por LoneStar12 em Qua Jan 06 2016, 00:48, editado 10 vez(es)

__________________________
[b]HENTAI É VIDA :3[/b]
avatar
LoneStar12

Mensagens : 636
Data de inscrição : 22/07/2015
Idade : 15

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tales of Syfir Cap 8

Mensagem por TFFalcon3 em Qui Dez 31 2015, 12:51

tomei vergonha na cara e terminei de ler XD a preguiça tava foda! acho que vou fazer mais um cap da minha fic só depois de janeiro =\ mas okay... ah e sua fic ta top lone!

__________________________

Never Give Up:



Canção de meu personagem: (em andamento):





Atualização em andamento... 1... 2... 3... 1... 2... 3...
avatar
TFFalcon3

Mensagens : 4475
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 16
Localização : Na minha casa ¶=

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum