[+16] A Distorção - Capítulo 11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Qui Mar 24 2016, 10:59

A Distorção
Capítulo 11




      Roger logo vai pegar um como d’água para Stephan que estava tossindo incessantemente.
Pouco poucos segundos após o lobo colocar o copo cheio sobre a mesa , à frente de Stephan, a
crise de tosse cessa. O basitin logo tira de um dos bolsos de seu jaleco um pote, dele ira duas
pílulas, as põe na boca e as engole com um gole d’água.

      -(Stephan): Remédio pra tosse, era pra eu ter tomado assim que acordasse, mas acabei me
esquecendo.

      -(Roger): Um médico esquecido, legal. Não anda esquecendo me dar algum medicamento,
né?

      Disse sarcasticamente o lobo tentando descontrair.

      -(Stephan): Não, do que é pra mim eu esqueço mesmo, mas do que é para meus pacientes
nunca me falta à memória. Sobre tudo quando o paciente é você.

      Roger se senta ao lado do médico e o olha sério.

      -(Roger): Stephan, o que você vê em mim? Por que você me ama? Digo: Eu não fiz nada
por você, então deve ter algo em mim que você gosta. O quê é?

      O visitante habitual olha para Roger lhe respondendo;

      -(Stephan): Pra falar a verdade, eu não sei. É como se uma voz em minha cabeça dissesse
“Ame Roger”, como se fosse uma ordem, uma ordem que sinto prazer em cumprir.

      -(Roger): Então você me ama por “querer me amar”?

      -(Stephan): É algo próximo a isso.

      O basitin olha pela a janela e logo se levanta olhando novamente ao dono da casa.

      -(Stephan): É melhor eu ir, nãoposso me atrasar para a próxima consulta. Te busco de noite
então?

      -(Roger): É claro.

      O keidran se levanta e o acompanha até o portão. E enquanto aquele que o amava seguia
pela estrada, o amado o observava pensando.

      -(Roger): (Pensamento) Ele me ama simplesmente por que algo o diz pra amar. Ele me ama
sem ter um motivo real pra isso. Já eu tenho motivos para o amar, por como ele me trata,
mesmo sabendo de meu corpo, por como ele vem me ajudado e por como ele me ajudou no cio.
Eu tenho praticamente dever de ama-lo. Mas não o amo, eu não quero.

      Ainda olhando para o médico que se distanciava o lobo nota que o observado tosse mais um
pouco, porem dessa vez levemente.

      -(Roger): (Pensamento) Mas eu deveria...

      Na mente do keidran, a mesma voz que falava com ele durante seu sono falava agora com
ele acordado.

      -(???): Ah Rosanna, se achaque que deve então ame.

      -(Roger): Você? Você não falava comigo só enquanto eu dormia? O que foi, criou coragem
para falar comigo aonde não pode fazer nada?

      -(???): Ah Rosanna, quando falei com você pela primeira vez me apresentei como parte do
você. Mas não disse QUE parte.

      -(Roger): E qual é?

      -(???): A parte de você que aceita seu corpo atual, a que aceita o amor de Stephan e que o
ama em troca. A parte que agora que agora por você se assemelhar um pouco mais tem poder
suficiente para falar contigo mesmo acordada.

      -(Roger): Então vai ficar me atazanando o dia todo, é? Que que eu fiz pra te dar essa
capacidade?

      -(???): De vez em quando vou falar com você sim. Já o que você fez: Ter tirado as faixas
uma, lidar com seus seios; Ter beijado o basitin e assumido o dever de o amar.

      O lobo se vira e caminha para a casa enquanto ainda falava com a voz.

      -(Roger): Ah legal, então o que quer? Que me torne o que você quer ou do contrario vai
falar comigo até que eu surte?

      -(???): Não, eu não preciso disso, é só questão de tempo. O que estou fazendo é apenas
adiantar o inevitável.

      O keidran estava entrando em casa quando respondeu novamente.

      -(Roger): “Inevitável”, ta bom. Inevitável até eu voltar ao normal.

      A voz cessou sua comunicação com Roger. Em algum lugar no mato “???” ainda o
observava.

      -(???): (Pensamento): Ela segue tendo esperanças... É tão emocionante.

      Roger sem muito que fazer começa a arrumar sua casa. Em meio a isso ele nota que ainda
guardava o cajado do mago que o transformou, o mesmo que o lobo foi contratado para matar e
elevar esse objeto como prova de seu sucesso. Isso o fez obviamente lembrar de que não
entregou o cajado e que ainda guardava certos pertences profanados do corpo do alvo. Dentre
eles, livros. Ele já havia lido o começo de um dos livros mas não havia cogitado continuar sua
leitura, até então.

      Sobre a mesa de seu quarto ele abriu todos os livros nas páginas de índice pena e tinta
marcou os tópicos que ele imaginava que podiam ter um feitiço, poção ou ritual para reverter
seu estado. Apenas alguns tópicos de um dos livros foi o suficiente para o fazer ler até
escurecer. Não era para menos, afinal sua leitura da língua humana carecia de pratica.
Constantemente se flagrava lendo por uma segunda ou terceira vez a mesma frase para que
compreendesse seu sentido.

      Quando resolveu olhar pela janela, percebeu quanto tempo havia investido na leitura
daquele livro.

      -(Roger): Já está ficando tarde e ainda não consegui nada. Melhor deixar isso pra amanhã.
Stephan deve chegar logo e ainda nem me arrumei pro jantar.

      Ele marca a página em que tinha parado, fecha e o põe sobre a mesa. Logo troca sua calça
de sempre por uma de tecido azul marinho. Pegou suas faixas, uma camiseta marrom escuro e
uma jaqueta preta de algodão. Tirou sua camisa preta e olhou para baixo dizendo:

      -(Roger): Cês duas não vão me denunciar não.

      Imediatamente ele já amarra as faixas e veste ambas camiseta e jaqueta. Bastava esperar
pelo basitin. Foi questão de minutos até que ele chagasse. Ai ouvir o bater de palmas de Stephan
o chamando, o lobo se dirigiu ao portão. O terapeuta o observava montado no cavalo. Ele estava
vestindo sobretudo rubro aberto mostrando uma camiseta branca. Suas calças eram cinza claro e
calçava tornozeleiras basitin marrons. Quando o keidran abriu o portão lhe foi perguntado por
aquele que o amava.

      -(Stephan): Vai sair assim?

      -(Roger): Como?

      -(Stephan): Seus pés estão descobertos. Você deve saber, leis de decência.

      -(Roger): É eu sei, mas eu não tenho tornozeleiras e nem mais faixas.

      -(Stephan): Mesmo assim tinha que cobrir seus pés.

      -(Roger): Eu não vou andar por ai mostrando que tenho peitos só pra cumprir essa lei de
decência.

      -(Stephan): Seria tanto mais saudável e mais civilizado.

      -(Roger): Eu não vou sair em publico com o peito desamarrado. Em só com você por perto
tudo bem, agora caminha por uma cidade cheia de pessoas, de jeito nem um.

      -(Stephan): Tá legal, eu te arranjo um par de tornozeleiras.

      O lobo então trancou o portão e subiu logo atrás de Stephan no cavalo. De imediato
rumaram para a cidade basitin de Castle Heywood. La chegando deixaram o cavalo no estábulo
e adentraram ao perímetro urbano. Como já era esperado durante a caminhada rumo a casa de
Stephan, Roger recebeu vários olhares de estranheza e indignação.

      Logo os dois chegaram à casa do médico. Uma edificação de dois andares com janelas
(visíveis até então) apenas na parte da frente, pois as paredes laterais eram grudadas nas das
casa vizinhas. Não havia quintal ou área da frente que distanciasse o terreno da calçada. O
morador destrancou a porta de madeira e abriu logo pedindo para seu convidado entrar. Assim
que o forasteiro entrou, o dono do locai também e trancou a porta. Eles estavam na sala de estar,
as paredes seguiam iguais, o piso feito de tábuas de madeiras com exceção dos arredores da
lareira que ficava encostada na parede à esquerda. Há pouco mais de um metro da lareira havia
uma mesa de centro e em frente a ela um sofá com espaço para três pessoas. Dois metros a partir
das costas do sofá se esguia uma parede com um arco aberto dando passagem à cozinha e
encostado nessa mesma parede havia uma escadaria que levava ao piso superior.

      -(Stephan): Eu já volto.

      Disse Stephan se dirigindo à escada e a subindo. Roger logo se sentou no sofá à espera do
retorno do dono da casa. Em alguns segundos o tal voltou com um par de tornozeleiras em
mãos. Ele as entregou ao visitante que prontamente as calçou e se levantou.

      -(Roger): Então, vamos?

      O médico destrancou a porta da frente e a abriu respondendo:

      -(Stephan): Vamos...

      O lobo sai primeiro e o basitin em seguida fechando a porta e a trancando. Após alguns
minutos de caminhada eles chegaram ao restaurante que o habitante havia falado. Lá embora
tivesse recebido olhares de estranheza por algum tempo, foram bem atendidos. Sentaram-se à
mesa um de frente para o outro conversaram até o garçom perguntar sobre a pedida. Roger
deixou que Stephan escolhesse seu prato uma vez que o cardápio do estabelecimento lhe era um
enigma sem pistas. Logo o funcionário que os atendeu voltou com os pedidos: Uma bandeja
com seis grandes e bifes suculentos e mal passados como descrito por Stephan e uma garrafa de
vinho tinto com duas taças. O garçom põe sobre a mesa a refeição e de imediato recebe do
freguês o pagamento. Ao afastar do funcionário Stephan pergunta.

      -(Stephan): Então, o que acha?

      -(Roger): Parece ótimo.

      Respondeu o lobo se servindo.

       -(Stephan): Bom apetite...

      Disse o médico se servindo.

      Um bife e um pouco de vinho depois... Uma voz falava na mente de Roger.

      -(???): Olha só que bonito o primeiro encontro entre os dois pombinhos já é um jantar.

      -(Roger): (Pensamento) Isso não é um encontro.

      -(???): Então como você chama isso?

      -(Roger): (Pensamento) Um jantar amistoso...

      -(???): Com o cara que te ama e que você reconhece o dever de o amar.

      -(Roger): Cala a boca...

      Ele deixou escapar. E o basitin notou, parou o que estava fazendo e perguntou estranhando:

      -(Stephan): Como?

      -(Roger): Não, nada...

      -(Stephan): Você disse “Cala a boca”?

      -(Roger): S-Sim. Digo, não. Não era pra você eu juro.

      -(Stephan): Roger, você tá bem?

      -(Roger): Eeer... Só coisa da minha cabeça, mais tarde eu explico.

      -(Stephan): Certo então...

      Disse o amigo voltando-se novamente à refeição.

      -(Roger): (Pensamento): Caramba, o que ta acontecendo? Um pouquinho de vinho e já to
começando a sentir tontura... Acho que essa segunda personalidade ta me enfraquecendo...

      Roger não sabia, mas as bebidas alcoólicas das demais raças eram mais fortes que seus
costumeiras bebidas keidran. Pois ele poucas vezes atuou fora de território keidran (todas a
trabalho) e jamais tomou uma gota de álcool em serviço.

      -(Roger): Cara, que droga já to me sentindo tonto.

      O médico logo olhou para a taça de seu amado por uns instantes e disse:

      -(Stephan): Ah claro, como pude me esquecer: A bebida basitin é bem mais forte que a de
seu povo, não me diga que não sabia disso?

      -(Roger): Acredite, eu não sabia...

      -(Stephan): Bem tenta terminar a refeição a seco. Eu tinha separado dinheiro contado
apenas pra isso o que temos na mesa.

      -(Roger): Ta brincando?

      -(Stephan): Desculpe, mas não to...

      O keidran tentou como pode, mas a necessidade de de vez em quando tomar vinho para
desengasgar e o gosto viciante eram mais fortes. Ele não conseguiu mais se policiar, Stephan
teve de tirar a taça da mão dele e caminhar para casa com o amado se apoiando nele, deixando
para traz o ultimo pedaço de bife no prato do bêbado.

      Já na casa do basitin o alcoolizado estava caindo de sono. Com dificuldades o morador
levou seu hóspede escada a cima para o quarto. Na cama de casal o colocou sentado e tirou dele
as vestes superiores. Afastou-se por um instante e disse:

      -(Stephan): Desculpe Roger, mas é pelos seus pulmões.

      O médico procurou o nó e desamarrou as faixas de seu paciente que já estava desacordado e
as deixou sobre o criado mudo ao lado da cabeceira esquerda, junto das roupas dobradas do
adormecido que estava apenas em suas roupas intimas e tapado por uma coberta enquanto sua
cabeça repousava sobre um travesseiro.

      O anfitrião trocou suas vestes, pegou travesseiro e coberta e rumou para o sofá da sala.

      -(Stephan): Que que eu não faço por você...

      Ajeitou-se no sofá e fechou seus olhos dizendo:

      -(Stephan): Eu nem to cobrando mais pelo tratamento.

      Por fim ele dorme esperando que um dia suas ações e seu amor sejam retribuídos por seu
amado, também com amor.

      Fim de capítulo.


Cena Extra:
      -(Stephan): Vai sair assim?

      -(Roger): Como?

      -(Stephan): Seus pés estão descobertos. Você deve saber, leis de decência.

      -(Roger): Por que andar descalço é considerado indecente, atentado ao pudor por vocês basitins? Vocês por acaso são podólatras por natureza?

Cena Extra 2:

Roger começa a acordar, com a visão embaçada e sonolento e com dor de cabeça ele se senta na cama colocando a coberta para o lado. Ele estranha estar apenas em roupas intimas e logo começa a olhar em volta falando.

-(Roger): Essa não é minha coberta, essa não é minha cama, aquele não é meu armário. Esse não é meu quarto, onde é que eu to? a ultima coisa que eu me lembro é de estar jantando com Stephan e ter ficado tonto por causa da bebi-. Ah eu devo estar na casa dele.

O lobo olha a cabeceira da cama e vê uma dakimakura com uma imagem dele de frente em seu corpo masculino.

-(Roger): O Stephan tem uma dakimakura... Com a minha imagem...

Ele vira a almofada para ver o outro lado. Ele também de frente no entanto em seu corpo feminino.

-(Roger): É parece que ele gosta de mim em qualquer forma...

Cena Extra 3: Stepha Responde:



Última edição por Gamesmenezes em Seg Mar 28 2016, 15:31, editado 2 vez(es)

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por OtakuCraft em Qui Mar 24 2016, 14:35

Pedólatras? Que absurdo. -.-

E cara... vai rolar uma hora, não vai? ( ͡° ͜ʖ ͡°) Sei lá porque mas estou esperando algo acontecer. XD

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Giovana TK em Qui Mar 24 2016, 14:37

Pra ser sincera, Eu tinha esquecido que a sessão de fan fics existia XD 


Ótimo capítulo, embora o Roger esteja negando, os fatos são verídicos. Ele não vai conseguir fugir por muito mais tempo ùwú 

O legal é que o Stephen cuida tão bem dele, é taum bunitin *w*


Agurado o próximo ;3 enquanto tento desempacar a minha própria fic :v

__________________________
Enaria's Theme- by me:
Run,
Run away,
Because the rain wont last,
Never looking back,
The past is in the past.


Dont shout out,
When nobody will hear or see,
Howl your last song to the moon,
And your spirit will fly wild and free,


You shall never cry,
For the Sun going down,
The stars do also shine,
So rest and dream for now,
I will be guarding you,
Tomorrow's Silver Dawn.


DeviantArt: http://gi-wolf.deviantart.com

avatar
Giovana TK

Mensagens : 4279
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 18
Localização : No meu amado navio, o Kraken's Death.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Qui Mar 24 2016, 14:58

Claro que vai rolar, só que vai ser implícito se não vira +18 de vez XD.

Pois é Gi a seção de fic anda bem parada. E eu te entendo quanto a empacar com fics.

E falando em fics, ainda estou aceitando fichas de personagem para minha fic de lobisomens que será a próxima a receber um novo capítulo.

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por OtakuCraft em Qui Mar 24 2016, 15:25

@Gamesmenezes escreveu:Claro que vai rolar, só que vai ser implícito se não vira +18 de vez XD.


Pera... vai vai ter?! 0o0

*Começo a abraçar o monitor chorando. Meu irmão percebe e tenta me afastar do note.*

Brinks. :3

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Qui Mar 24 2016, 21:03

Vocês poderiam responder a uma pergunta?

"Qual foi a melhor cena do capítulo? Avaliando qualidade de escrita, acontecimento ou algum outro fator?"

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por OtakuCraft em Qui Mar 24 2016, 22:51

Bem, o primeiro parágrafo tem uma repetição: "Pouco poucos segundos"
Tem outra repetição em algum lugar, só não sei onde. :/
Bem, eu esqueci de avisar antes. ,-,

Mas a melhor parte para mim foi quando ele estava relendo os livros... sei lá porque, se eu incluir o jantar e as conversas dos assuntos amorosos talvez seria uma escolha por outro critério. ,-,

...
POR QUE?! ;-;

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Qui Mar 24 2016, 23:05

Pra eu saber quais cenas ficam melhores. As planejadas; As de apenas conceito planejado; Ou as completamente improvisadas.

Pq essa carinha de choro? '-'

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por OtakuCraft em Sex Mar 25 2016, 06:56

Ern... nada. ;-;
Nada não...

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por TFFalcon3 em Sab Mar 26 2016, 11:43

puts... vou ter que colocar +16 ou +18 em certo capitulo da minha então...

mas ta muito top essa FF GM! D+! selo "lecau te bais" de qualidade!

__________________________

Never Give Up:



Canção de meu personagem: (em andamento):





Atualização em andamento... 1... 2... 3... 1... 2... 3...
avatar
TFFalcon3

Mensagens : 4501
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 17
Localização : Na minha casa ¶=

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Seg Mar 28 2016, 12:35

Adicionei mais um cena extra. Daqui a pouco tem mais uma.

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Seg Mar 28 2016, 15:34

E adicionei mais uma cena extra. Ou quase.

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por OtakuCraft em Seg Mar 28 2016, 15:53

Huehuehuehue, que não tem um dakimakura, né? XD

,-,


Acho que vou ficar por aqui, o erotismo daqui não está me incomodando, sabem... >->

__________________________






Meu DA... passa lá. ;-;
avatar
OtakuCraft

Mensagens : 3466
Data de inscrição : 24/04/2014
Idade : 18
Localização : Tartarus

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Seg Mar 28 2016, 18:53

Só pra constar, eu "digitalizei" esse desenho via PAINT manualmente. No meu caderno de desenho ta menos tosco.

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Giovana TK em Seg Mar 28 2016, 19:46

Sou figurante, wooo! XD 


Isso me lembrou aqueles blogs de Ask Anything que alguns autores fazem e os personagens respondem à perguntas dos leitores :3

__________________________
Enaria's Theme- by me:
Run,
Run away,
Because the rain wont last,
Never looking back,
The past is in the past.


Dont shout out,
When nobody will hear or see,
Howl your last song to the moon,
And your spirit will fly wild and free,


You shall never cry,
For the Sun going down,
The stars do also shine,
So rest and dream for now,
I will be guarding you,
Tomorrow's Silver Dawn.


DeviantArt: http://gi-wolf.deviantart.com

avatar
Giovana TK

Mensagens : 4279
Data de inscrição : 13/02/2014
Idade : 18
Localização : No meu amado navio, o Kraken's Death.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Gamesmenezes em Seg Mar 28 2016, 19:49

Não é pra menos, foi inspirado nisso XD

__________________________

→ Segundo tradutor da comic.
→ Escritor de 3 fan-fics.
→ Pixel-Arter.
→ Teórico.
E de vez em quando tradutor de minikinds.
avatar
Gamesmenezes

Mensagens : 2043
Data de inscrição : 02/04/2014
Idade : 22
Localização : Canoas - Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://gamesmenezes.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [+16] A Distorção - Capítulo 11

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum